PF cumpre mandados por compra de votos e envia policiais para prevenir crimes em eleições no Ceará

Agentes estão atuando em Missão Velha, Martinópole e Pedra Branca. População escolherá novos prefeitos no domingo (1)

PF
Legenda: Agentes da Polícia Federal já estão nos três municípios para prevenir crimes eleitorais

A Polícia Federal (PF) enviou policiais para previnir crimes eleitorais nos municípios cearenses de Missão VelhaMartinópole e Pedra Branca, onde, no domingo (1º), ocorrem eleições suplementares para prefeitos e vice-prefeitos. São esperados cerca de 69 mil eleitores nas três cidades, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

Três mandatos de busca e apreensão foram cumpridos já na manhã desta quinta-feira (29), em Missão Velha, por compra de votos. De acordo com a PF, não houve prisões. 

O clima de acirramento no município do Cariri ocorre desde a semana passada, quando duas passeatas de militantes adversários se encontrou no Centro da cidade. Após um princípio de tulmulto os grupos foram dispersados.

A disputa em Missão Velha, assim como ocorre nos demais municípios, tem a participação de políticos de peso em nível estadual e nacional. Ciro Gomes (PDT) e Lula (PT), por exemplo, demonstraram apoio aos candidatos de seus respectivos partidos. 

Os trabalhos eleitorais da PF são integrados às determinações da Justiça Eleitoral.

A população voltará às urnas porque os prefeitos eleitos em 2020 tiveram as candidaturas barradas pela Justiça Eleitoral em modo definitivo. Todos recorreram até as últimas instâncias, mas não conseguiram reverter a decisão.

CANDIDATOS POR CIDADE E NÚMERO DE ELEITORES:

Martinópole:

Betão Souza (PP)
Júnior Fontenele (PL)

Eleitores: 9.316

Missão Velha 

Dr. Lorim (PDT)
Fitinha (PT)

Eleitores: 27.616

Pedra Branca

Matheus Gois (PSD)
Padre Antonio (PDT)

Eleitores: 32.321

Fonte: TSE