Após morte de jovem prensada por ônibus, vereadores pedem mudanças em estrutura de terminais

O pedido foi feito através de um requerimento aprovado pelos parlamentares, apresentado pelo vereador Ronaldo Martins

Terminal de ônibus em Fortaleza
Legenda: Vereadores aprovaram requerimento por melhorias na segurança de terminais de ônibus em Fortaleza
Foto: Thiago Gaspar/Prefeitura de Fortaleza

Após o acidente que vitimou a atendente de telemarketing Maria Joyciane Ferreira da Silva, 20 anos, morta no último sábado (21) ao ser "prensada" por um ônibus na entrada do Terminal do Siqueira, em Fortaleza, vereadores da Capital pediram, nesta quarta-feira (25), "medidas urgentes de segurança para os usuários dos terminais de ônibus do município". 

O pedido foi feito através de um requerimento aprovado pelos parlamentares, apresentado em Plenário pelo vereador Ronaldo Martins (Republicanos). O documento, após aprovação pelos demais vereadores, foi encaminhado para a Etufor e para Socicam. 

Entre as solicitações, estão a redução da velocidade interna de 20km para 10km, intensificação de placas indicativas para segurança de travessias e construção de mini calçada entre o gradil de proteção e as vias de circulação dos ônibus.

“O povo precisa ter serviços com mais qualidade, conforto e segurança. Não podemos permitir que nenhuma vida seja perdida por esses motivos.”, destacou o parlamentar.

O acidente

O caso ocorreu por volta das 15h do último sábado. De acordo com as autoridades, um ônibus fazia a linha 052 (Grande Circular 2) e pressionou a jovem nas grades ao entrar no local.

Usuários do terminal disseram ao Diário do Nordeste que situações de risco semelhantes são recorrentes e reclamaram de não haver fiscalização efetiva para impedir a passagem de pedestres por áreas que são de circulação restrita de veículos pesados.

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) lamentou, por nota, o ocorrido e informou que "está colaborando para a apuração dos fatos"


Assuntos Relacionados