Mansão de R$ 6 milhões foi comprada por Flávio Bolsonaro com venda de imóvel no Rio, diz senador

O comunicado de Flávio afirma que mais da metade do valor da transação (R$ 3,1 milhões) ocorreu por intermédio de financiamento imobiliário, mas não explica como foi feito o pagamento da entrada

Mansão Flávio
Legenda: O imóvel fica no Setor de Mansões Dom Bosco, no Lago Sul, bairro nobre de Brasília. Ela tem 1.100 m² de área construída, em um terreno de 2.500 m²
Foto: Divulgação

A compra de uma mansão em Brasília no valor de aproximadamente R$ 6 milhões foi feita com recursos da venda de um imóvel no Rio de Janeiro, segundo afirmou o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) nesta terça-feira (2).

Por nota, a assessoria de imprensa do parlamentar disse que a compra foi registrada em escritura pública e que "qualquer coisa além disso é pura especulação ou desinformação por parte de alguns veículos de comunicação." O imóvel vendido foi o apartamento na Barra da Tijuca, segundo a assessoria.

A venda ainda não foi informada ao Registro de Imóveis - a responsabilidade é do comprador e não há prazo para fazer o registro. 

O comunicado de Flávio afirma que mais da metade do valor da transação (R$ 3,1 milhões) ocorreu por intermédio de financiamento imobiliário, mas não explica como foi feito o pagamento da entrada.

Peculato

Denunciado à Justiça em novembro de 2020 sob a acusação de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa no caso das "rachadinhas", Flávio e a esposa, Fernanda Bolsonaro, compraram a casa em janeiro. A informação foi revelada pelo site O Antagonista e confirmada pela Folha, que obteve acesso à certidão do 1º Ofício de Registro de Imóveis do DF, com os detalhes da transação.

O imóvel fica no Setor de Mansões Dom Bosco, no Lago Sul, bairro nobre da capital. Ela tem 1.100 m² de área construída, em um terreno de 2.500 m².

De acordo com a certidão do imóvel, o negócio foi fechado com a RVA Construções e Incorporações, empresa do advogado e empresário Juscelino Sarkis.

O documento informa que R$ 3,1 milhões do valor do imóvel foram financiados pelo BRB (Banco de Brasília). A quitação será em 360 parcelas.

A mansão em Brasília é o 20º imóvel que Flávio adquire num intervalo de 16 anos -considerando um andar com 12 salas comerciais de que foi proprietário. A intensa atividade imobiliária do senador foi revelada pela Folha em 2018.

Antes de fechar o negócio em Brasília, segundo levantamento patrimonial, Flávio tinha dos imóveis: o apartamento na Barra da Tijuca, adquirido por R$ 2,5 milhões, com financiamento, e uma sala comercial num shopping da zona oeste, avaliada em R$ 150 mil.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política