Trabalhadores da educação começam a ser vacinados contra a Covid-19 no Ceará

Profissionais de transportes metroviário, ferroviário, aquaviário e aéreo também recebem imunização na fase 4

Professores da rede pública e privada recebem imunização contra a Covid-19
Legenda: Professores da rede pública e privada recebem imunização contra a Covid-19

O Ceará iniciou a vacinação de trabalhadores da educação da rede pública e privada neste sábado (28). A Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) e os municípios iniciaram a fase 4 do Programa Nacional de Imunizações (PNI) – por ordem decrescente de idade. Ao mesmo tempo, o Sindicato dos Professores e Servidores da Educação e Cultura do Ceará (Apeoc) questiona a necessidade da assinatura de um documento se comprometendo a retornarem às aulas presenciais no 2º semestre deste ano.

Também pertencem à 4ª etapa de vacinação trabalhadores de transportes metroviário, ferroviário, aquaviário e aéreo; caminhoneiros; trabalhadores portuários e industriais, além de trabalhadores da limpeza urbana e manejo de resíduos.sólidos.

Assista:

Conforme dados da Sesa, até o dia 28 de maio, foram inscritos 142 mil profissionais da educação, forças de segurança e salvamente, além de funcionários do Sistema de Privação de Liberdade para receberam a imunização.

Ordem de prioridades de imunização dos trabalhadores da educação:

  • Creches;
  • Pré-escolas,
  • Ensinos fundamental, médio e profissionalizante
  • Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Ensino Superior.

A professora da rede pública de educação do município de Fortaleza, Edileuza Linhares, 52, foi uma das que receberam a primeira dose da imunização. Ela destaca que o processo é uma segurança para retornar a dar aula de forma presencial. "Estou feliz porque vou me sentir mais tranquila para voltar para a sala de aula. Muita gratidão a Deus", comemorou a docente. 

Policlínica em Fortaleza
Legenda: Os locais de vacinação dos trabalhadores da educação estão sendo informados pelas secretarias de saúde municipais
Foto: Mariana Alves/SVM

Definições de prioridades

A liberação do avanço da vacinação para a 4ª Fase foi orientada, nesta sexta-feira (28), pelo Ministério da Saúde. É reconhecida a relevância social da imunização deste grupo, considerando a necessidade da volta das aulas presenciais de milhões de crianças, sobretudo as que se alimentam nas escolas.

Para consolidar as estratégias de distribuição dos imunizantes (Pfizer, AstraZeneca e CoronaVac) aos municípios, gestores da Sesa, secretários municipais de Saúde e membros dos Ministérios Públicos Estadual, Federal e do Trabalho participaram de reunião extraordinária da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) na tarde desta sexta-feira (28). Ficou pactuado que as aplicações das doses nos trabalhadores da educação acontecerá no município onde residem.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza