Prefeitura de Fortaleza elabora plano de retorno com aulas remotas e presenciais para 2021

Escolas são adaptadas para garantir o distanciamento social e possibilitar ventilação do ar, reduzindo chances de contágio da Covid-19, aponta Sarto Nogueira

Legenda: Prefeitura de Fortaleza solicita equipamentos como máscaras, álcool em gel e termômetros em preparativos para retorno híbrido das aulas
Foto: Camila Lima

Com as mudanças trazidas pela pandemia, a Prefeitura de Fortaleza elabora, para 2021, um Plano de Retomada das Aulas considerando modelo híbrido, com parte do ensino ocorrendo presencial e outra seguindo de modo remoto. Apesar de ainda não haver data definida para a adoção do plano, a titular da Secretaria Municipal de Educação (SME), Dalila Saldanha, aponta que o órgão realizou mudanças nas estruturas escolas e abriu licitação para compra de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

Segundo a secretária, o processo de elaboração do plano conta com o acompanhamento do Ministério Público do Ceará (MPCE) e da Secretaria da Educação do Estado (Seduc). “Nós estamos discutindo um plano de retorno (presencial) já há alguns meses e nossa rede de ensino, do ponto de vista de atendimento de protocolo já se encontra devidamente preparada”, diz Dalila.

Dentre os equipamentos solicitados estão máscaras, álcool em gel e até mesmo termômetros, a fim de aferir a temperatura de professores, alunos e outros servidores atuantes nas escolas. Referente às mudanças estruturais, os equipamentos de ensino da rede municipal contaram com a instalação de ventiladores e construção de janelas, buscando garantir a circulação de ar dentro das salas de aula e reduzir as chances de contágio do coronavírus. 

Já o prefeito eleito Sarto Nogueira informou que o ensino híbrido só será adotado com a permissão das autoridades sanitárias municipais (SMS) e estaduais (Sesa), assim como a equipe da SME que tem elaborado o plano de retorno das aulas. 

“A regra é a segurança. As escolas já foram adaptadas na sua infraestrutura para obedecer o distanciamento e a data vai ser determinada pelos indicadores (do coronavírus)”, aponta Sarto Nogueira. 
 

Educação

Para a retomada híbrida, a SME também elabora protocolos pedagógicos, focando na formação de crianças, professores e técnicos das escolas sobre medidas de segurança, a necessidade do uso dos EPIs e do respeito ao distanciamento social no cotidiano. “A gente tem cartilha e esse plano está sendo sempre acompanhado e elaborado de forma conjunta”, reforça a secretária. 

No momento, o modelo remoto segue sendo adotado até para o planejamento de reforço escolar nesse período de final de ano. Em 2021, mais de 347 mil chips de internet serão distribuídos para estudantes da rede municipal e estadual, segundo o governador Camilo Santana, em anúncio pelas redes sociais em novembro. Os dispositivos devem ser utilizados nos primeiros seis meses do próximo ano. 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza