"Nós podemos ter situação de colapso", avalia Dr. Cabeto sobre alta nas internações no Ceará

Expectativa é de que lockdown reduza a demanda de atendimentos de saúde, que têm impactado qualidade de vida de profissionais

Escrito por Redação,

Metro
Profissional de saúde prepara leito para receber paciente com Covid-19
Legenda: "Nossa capacidade de atendimento está precisando ser aumentada de forma geométrica", desabafou o gestor estadual da Saúde
Foto: Divulgação/Prefeitura de Fortaleza

O secretário estadual da Saúde, Dr. Cabeto, indicou, nesta quinta-feira (4), que o Ceará pode atingir uma situação de colapso caso não consiga diminuir a curva de internações por Covid-19. A afirmação foi dada como justificativa da necessidade do novo lockdown, anunciado na quarta (3), devido à situação da doença no Estado.

"Esse cenário indica que a nossa capacidade de atendimento está precisando ser aumentada de forma geométrica", ressaltou o secretário, acrescendo que o Estado saiu de 182 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) em dezembro para 940 neste mês. "Temos de ter seriedade, serenidade para garantir atendimento a todo mundo", afirmou em entrevista à TV Verdes Mares. No último dado atualizado na plataforma IntegraSus, o nível de ocupação das UTI's que tratam da Covid no Ceará era de 93,22%.

Leia mais