Cuidado no preparo de alimentos é essencial para evitar infecção por salmonella

A bactéria está presente nas fezes de indivíduos doentes e de animais contaminados, se espalhando rapidamente se as condições de higiene do local forem precárias

Considerada forte e perigosa, a salmonella (Salmonella enterica e Salmonella bongori) é uma bactéria causadora dos principais quadros de intoxicação alimentar além da infecção intestinal chamada salmonelose. Entre os principais sintomas, estão dores abdominais, vômitos, diarreia e febre alta; podendo se espalhar para outros órgãos e a corrente sanguínea, se não tratada. 

Leia Mais:

> Ceará recebeu lotes de frangos da Perdigão com risco de contaminação; saiba como identificar 

Perdigão recolhe toneladas de alimentos do mercado por risco da presença de Salmonella

Para evitar a doença, especialistas recomendam cuidado extra no preparo da comida, já que sua transmissão acontece na ingestão de alimentos contaminados, como carnes, peixes, ovos e leite. Por isso, é importante se certificar de que o alimento não esteja cru ou mal cozido.

A bactéria está presente nas fezes de indivíduos doentes e de animais contaminados, se espalhando rapidamente se as condições de higiene do local forem precárias. 

Os sintomas geralmente perduram por três dias, sendo importante o indivíduo doente permanecer em repouso e ingerir bastante líquido para não desidratar. Se passado esse período e o quadro persistir, a orientação do Ministério da Saúde é que o paciente busque uma unidade de saúde. 


Assuntos Relacionados