Chuvas entre março e maio devem ocorrer abaixo da média no Ceará, aponta Funceme

Situação é causada por aquecimento no Oceano Atlântico

Pessoas com guarda-chuvas se abrigando próximo de comércios
Legenda: Nesta segunda-feira, o Estado apresenta nebulosidade variável em todas as regiões com chuva isolada no Litoral Norte, na Ibiapaba, no Sertão Central e Inhamus e no Cariri
Foto: Helene Santoa/SVM

A Fundação Cearense de Meteorologia a Recursos Hídricos (Funceme) anunciou, em novo prognóstico climático na manhã desta segunda-feira (22), que o Ceará tem chance de chuvas abaixo da média entre os meses de março e maio. O levantamento indica para o trimestre 50% de probabilidade de chuvas abaixo da média, 40% em torno da normalidade e 10% de chances do acumulado total ser acima da média histórica.

A previsão segue a mesma divulgada no início do ano para o trimestre fevereiro, março e abril. De acordo com o presidente da Funceme, Eduardo Sávio Martins, porém, apesar dos dados semelhantes, não se trata de uma atualização do primeiro prognóstico divulgado em janeiro pois o período de previsão é diferente.

“Nós atualizamos as condições oceânicas para inicialização do sistema de modelagem numérica da Funceme e combinados com resultados de outros centros de pesquisa. Com isto, chegamos a um resultado para estes cenários prováveis no que diz respeito aos totais de precipitação para o Estado”, avalia.

Na imagem de satélite (GOES-16), das 7h20min local, observam-se nuvens sobre Ceará, assim como em grande parte do Nordeste do Brasil
Legenda: Na imagem de satélite (GOES-16), das 7h20min local, observam-se nuvens sobre Ceará, assim como em grande parte do Nordeste do Brasil
Foto: CPTEC/INPE

Conforme o órgão estadual, até agora, as precipitações do primeiro mês da quadra chuvosa apresentam desvio negativo de 21,5%. As informações são parciais, porém, a expectativa para os próximos meses é de alerta, já que, no 1º prognóstico, havia uma tendência de acumulados mais expressivos apenas no noroeste do Ceará.

“Basicamente, o que resultou nesse prognóstico foi a situação do oceano Atlântico Tropical Norte, onde tem persistido um aquecimento desde o início do ano até agora, enquanto o sul vem variando entre frio e aquecido, mas agora está numa situação próximo à normalidade. Comparado ao trimestre FMA, o cenário para o próximo piorou, pois agora nós temos uma generalização do cenário abaixo da média para o Estado como um todo”, avaliou Eduardo Martins.

47
municípios registraram chuvas, no intervalo entre as 7h deste sábado (20) e as 7h deste domingo (21)


Previsão para terça-feira (23)

Conforme a Funceme, a terça-feira seguirá com nebulosidade variável em todas as regiões com chuva isolada no Litoral Norte, na Ibiapaba, no Sertão Central e Inhamuns e no Cariri. Nas demais regiões, há possibilidade de chuva. Nesta segunda-feira, as nuvens desenvolvidas, associadas à chuva, estão sobre o centro-sul dos estados da Bahia, do Maranhão e do Ceará.

 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza