Chuva de meteoros com resquícios do cometa Halley poderá ser observada no Ceará nesta quinta

O mês de maio também contará com a maior superlua do ano

Na madrugada desta quinta-feira (6), o pico da chuva de meteoros Eta Aquáridas - formada resquícios do cometa Halley há 35 anos - poderá encantar o céu cearense, principalmente nas horas que antecedem o nascer do sol. O mês de maio contará ainda com a maior superlua do ano, no dia 26.

De acordo o professor de astronomia do Colégio Militar do Corpo de Bombeiros do Ceará Escritora Rachel de Queiroz (CMCB), tenente Romário Fernandes, a chuva ocorre quando a gravidade da Terra atrai detritos do cometa Halley que acabam se desintegrando na atmosfera e originando os “riscos luminosos” conhecidos como meteoros.

Todos os anos quando a Terra passa pelo rastro do Halley nós temos as Etas Aquáridas. Esse nome é porque o ponto de irradiação dos meteoros no céu está localizado próximo à estrela da constelação de aquário”
Tenente Romário Fernandes
Professor de astronomia do CMCB

Além disso, Romário ressalta que as estimativas mais otimistas expõem que, em média, 50 meteoros por hora poderão ser visualizados no Hemisfério Sul em condições favoráveis, a depender da ausência de chuvas e nuvens. Assim, quanto mais limpo estiver o céu, melhor será o vislumbre do fenômeno.

O tenente também destaca que, apesar de a incidência da chuva ocorrer mais na madrugada de quarta para quinta-feira, as Etas Aquáridas “têm a peculiaridade de ter um pico mais difuso”. 

“Então, mesmo depois, pelas próximas madrugadas de quinta para sexta, até de sexta para sábado, se a pessoa estiver num local de céu escuro, é bem possível que ela ainda veja uma quantidade razoável de meteoros”, continua.

Dicas para visualizar a chuva de meteoros

Romário Fernandes pontua que a dica geral para visualizar a chuva de meteoros é buscar o local mais afastado possível das luzes da cidade e de preferência com céu bem amplo — livre de obstáculos —, sem a interferência de postes, prédios, árvores e montanhas, por exemplo.

“Sente-se confortavelmente, se possível numa cadeira reclinada, e fique de olho no céu por pelo menos uma hora. Não precisa de nenhum equipamento para ver os meteoros, mas precisa de paciência já que eles vão surgindo pouco a pouco com o passar das horas e quanto mais tempo você ficar observando mais meteoros tende a ver”, explana.

Os meteoros podem surgir no céu a partir de qualquer direção ou a qualquer momento da madrugada, a partir das 2 horas da manhã, principalmente antes do nascer do sol.

“Se você estiver em um local com céu totalmente livre, um campo ou uma praia, por exemplo, você tem mais chances de ver, mesmo que não esteja olhando diretamente para onde eles surjam, você vai vendo com a visão periférica”, conclui o professor, que também mantém o canal AstronomicaMente no YouTube, dedicado ao ensino e à divulgação da astronomia.

A maior superlua do ano

Além da chuva de meteoros, será possível visualizar a maior superlua do ano no mês de maio, especificamente no dia 26. No período, a lua cheia vai estar na menor distância da Terra em 2021, dando origem a um fenômeno bastante bonito de se admirar.

“Isso faz com que a lua se apresente maior do que o normal, ela tende a ficar em torno de 10% maior, mas esse efeito se torna ainda mais interessante quando ele ganha o reforço daquele efeito visual que se tem quando a lua está nascendo”, detalha o professor em astronomia Romário Fernandes.

“Quando a lua surge no horizonte, ela se apresenta significativamente maior por uma ilusão de ótica. Você consegue ver mais detalhes. Ela fica não só grande como também bem alaranjada, a depender das condições atmosféricas ela fica às vezes quase avermelhada se você conseguir flagrá-la nascendo”, continua.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza