Camilo Santana e Sarto lamentam as 500 mil mortes no Brasil pela Covid-19

Ministro da Saúde também se pronunciou pelo Twitter

Governador do Ceará e o prefeito de Fortaleza em live
Legenda: Governador do Ceará e o prefeito de Fortaleza usaram rede social para demostrar solidariedade aos 500 mil óbitos pela Covid-19 no Brasil
Foto: Divulgação/Governo do Ceará

Covid-19 alcançou a marca de 500 mil mortes no Brasil, neste sábado (19). Os registros oficiais das secretarias de Saúde dos estados foram reunidos pelo consórcio nacional de veículos de imprensa. O governador do Ceará, Camilo Santana, e o prefeito de Fortaleza, Sarto Nogueira, comentaram o número no Twitter.

Camilo Santana ressaltou a necessidade de um País mais justo. "Minha solidariedade às famílias das mais de 500 mil vidas perdidas na pandemia. Que as profundas feridas deste momento sejam transformadas em força e coragem para nosso povo superar toda dor e lutar para ter de volta o nosso Brasil, justo e solidário. Nenhum mal dura para sempre!".

Sarto frisou a necessidade da vacinação. "500 mil vidas perdidas para a Covid-19. São filhos, mães, pais, amigos, pessoas que amamos e partiram. Dedico minha solidariedade a todos que sofreram e ainda sofrem com essa cruel doença. Seguirei trabalhando firme até que a vacina seja realidade para todos os fortalezenses".

Maranhão em luto oficial 

Publicação de Flávio Dino em rede social
Legenda: Publicação de Flávio Dino em rede social
Foto: Reprodução/Twitter

Flávio Dino, governador do Maranhão, informou em rede social o estado de luto no Estado por três dias por meio da publicação de um decreto no Diário Oficial. 

"Todas as vidas são sagradas e o mal não pode ser banalizado. Minha solidariedade às famílias brasileiras", publicou Flávio Dino.  

O governador ainda direcionou mensagem ao presidente Jair Bolsonaro. "O desvairado que falou em 'gripezinha' deveria pedir desculpas e ser punido. Mas é uma questão de tempo. O encontro dele com os Tribunais é inevitável".

Ministro solidário 

Quem também prestou solidariedade aos familiares das vítimas da Covid-19 no Brasil foi o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. "Presto minha solidariedade a cada pai, mãe, amigos e parentes, que perderam seus entes queridos", escreveu em tweet.

Mensagens do ministro da saúde sobre o marco de 500 mil mortes pela Covid-19 no Brasil
Legenda: Mensagens do ministro da saúde sobre o marco de 500 mil mortes pela Covid-19 no Brasil
Foto: Reprodução/Instagram

Na rede social, Marcelo Queiroga pontuou a necessidade da vacinação para todos. "500 mil vidas perdidas pela pandemia que afeta o nosso Brasil e todo o mundo.Trabalho incansavelmente para vacinar todos os brasileiros no menor tempo possível e mudar esse cenário que nos assola há mais de um ano".

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza