Manifestantes realizam atos contra Bolsonaro e a favor da vacina em Fortaleza, neste sábado (19)

Este é o segundo ato em menos de um mês, organizado nacionalmente, contra a condução da pandemia pelo Planalto

Legenda: Passeata no bairro Benfica, na Capital cearense.
Foto: Isaac Macêdo

Como em várias cidades do País, Fortaleza registrou atos contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e a favor da vacina, neste sábado (19), quando o Brasil chegou à marca de 500 mil mortes por Covid-19. Em duas partes da Capital, manifestante protestaram a pé, de bicicleta e em carreatas. 

Em passeata, manifestantes percorreram a Avenida 13 de Maio, no bairro Benfica, carregando cartazes com frases como "Fora Bolsonaro genocida", "#VacinaSalva" e "Estamos nas ruas em defesa da vida". Houve aglomeração.

Legenda: Além da saúde, educação também entrou na pauta do protesto.
Foto: Isaac Macêdo

Além das pautas relacionadas à saúde, os participantes cobraram mais investimentos para o auxílio emergencial e a educação, diante do agravamento de vulnerabilidades sociais na pandemia e de cortes na pesquisa acadêmica. 

No local, os organizadores pedem que os manifestantes mantenham o distanciamento social, apesar da aglomeração, utilizem máscaras to tipo PFF2 e usem álcool em gel em todo o trajeto.

Legenda: Ato também teve sátira do Zé Gotinha, símbolo do programa nacional de imunização.
Foto: Isaac Macêdo

Outra movimentação ocorre na Avenida Presidente Castelo Branco, a Leste-Oeste. Uma carreata e uma bicicleata seguem em direção ao Pirambu e deve retornar pela Avenida Beira-Mar, até a altura do Náutico Atlético Clube, onde é prevista que se disperse. 

Legenda: Carreata percorre a orla de Fortaleza.
Foto: Kid Júnior

Das janelas dos carros, os manifestantes também exibem bandeiras e cartazes contra o presidente.

Legenda: Ciclistas presentes no ato carregam adesivos contra o presidente.
Foto: Kid Júnior

Na manhã de hoje, médicos cearenses também protestaram contra as ações que conduziram às 500 mil vidas perdidas no País, no Aterro da Praia de Iracema.

Esse foi o segundo movimento organizado por frentes da esquerda, movimentos sociais e centrais sindicais com as mesmas pautas, em menos de um mês. No dia 29 de maio, Fortaleza registrou uma passeata e uma carreata contra o presidente.

Protestos pelo País

Além de Fortaleza, também foram realizados atos contra o presidente Jair Bolsonaro em Brasília e mais 21 capitais neste sábado. Em todos as manifestações, os participantes pediam mais vacina, a saída de Bolsonaro, auxílio emergencial de R$ 600, entre outras pautas.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza