Acervo do Museu do Automóvel do Ceará ganha carro que pertenceu a Edson Queiroz

Veiculo Opala Diplomata (1981) levou três anos para ser restaurado e foi entregue ao equipamento cultural no sábado (9)

Legenda: Cada peça do automóvel exigiu pesquisa e determinação da equipe envolvida no restauro
Foto: HELENE SANTOS

Espaço de memória para colecionadores cearenses, o Museu do Automóvel do Ceará ganha mais uma relíquia para o acervo.  No sábado (9), o equipamento passou a contar com um Opala Diplomata em excelente estado de conservação. Ano 1981, o carro pertenceu ao empresário Edson Queiroz (1925-1982) e a entrega acontece três anos depois do trabalho de recuperação que incluiu mecânica, estofamento interno, pintura e ajustes elétricos. 

Considerado topo-de-linha para sua época, o veículo quatro portas conta com motor seis cilindros, direção hidráulica, freio hidrovácuo, rodas de liga leve e ar condicionado. Carregado de memórias, o Opala chegou ao prédio às 10 horas. Por volta de 16h passou a ser exibido no pátio de entrada do museu. O veículo tinha a companhia de modelos Chevrolet fabricados entre as décadas de 1940 à 1970.

Entrega

Segundo o Diretor Social do museu, João Júlio Sombra, foi o último carro usado pelo Industrial. "Foi preservado pelo grupo e agora chega ao acervo. É particular, mas vai ficar aqui sob a guarda e exposição para visita. Botar para funcionar e manutenção vai ser com os proprietários. Aqui ele já tem vaga garantida. Limpeza, estacionamento, segurança, parte física é toda nossa", descreve. 

A cerimônia de entrega das chaves contou com as presenças do Gerente de Relações Institucionais do Grupo Edson Queiroz, Vitor Pedroza e do Gerente Geral de Transportes Fernando Nóbrega. O Diretor Jurídico do Museu, Magno Câmara, elogiou a iniciativa do Grupo em manter viva a memória do patriarca. "Dona Yolanda também utilizou durante muitos anos esse carro. Foi feita uma excelente recuperação e o Museu do Automóvel está aqui como um equipamento turístico e para os colecionadores guardarem a história. O 'antigomobilismo' tem a característica de unir amizades. Através de amizades conservamos a história de vida de um cidadão e empresário. Para nós é um prazer, pois Edson possui trajetória de grande contribuição para o Estado do Ceará, desenvolvendo nossa história e economia", apontou.

Cuidados

Pedroza destacou o quanto o veículo era uma peça afetiva e relevante. "Três gerações cresceram na casa da matriarca Dona Yolanda, convivendo com o automóvel", situa. Por sua vez, Nóbrega situa todos os passos do trabalho. "Recebemos o item para manutenção até a ideia de restauração ser efetivada. Procuramos peças em São Paulo, com ajuda do pessoal do museu e colecionadores locais de Opalas. Estava deteriorado pelo tempo. Cuidamos da instalação elétrica. Temos muito carinho pois passou um bom tempo com nossa equipe".

Mais informações:

Museu do Automóvel de Fortaleza (Rua Jornalista César Magalhães, 70, Patriolino Ribeiro). 
Horário de funcionamento: terça a domingo de 9h às 12h e 14h às 17h
Contato (85) 3273.3129

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza