Após confusão, árbitro usa VAR para rever cenas de briga entre jogadores de Ceará e Bahia

O juiz Denis da Silva Ribeiro Serafim assistiu vídeos na Arena Castelão

Árbitro analisa VAR
Legenda: O árbitro Denis da Silva Ribeiro Serafim analisando VAR durante a final da Copa do Nordeste
Foto: Thiago Gadelha / SVM

O árbitro Denis da Silva Ribeiro Serafim utilizou os recursos de vídeo do VAR para analisar a confusão entre os atletas Ceará e Bahia na final da Copa do Nordeste deste sábado (8). O momento foi flagrado pela equipe do Sistema Verdes Mares presente na Arena Castelão.

Na ação, o juiz assistiu momentos e anotou observações que devem constar na súmula do jogo. Isso porque, ao término da partida, uma briga generalizada se iniciou no gramado, com troca de socos e pontapés entre os jogadores após a disputa de pênaltis vencida pelos baianos.

Mendoza corre com uma cadeira na mão
Legenda: Na confusão na Arena Castelão, o atacante Mendoza segurou uma cadeira durante o conflito
Foto: Thiago Gadelha / SVM

Com os ânimos mais exaltados, o atacante colombiano Mendoza, do Ceará, pegou até uma cadeira durante a confusão. A briga teve participação de atletas que não estavam relacionados, como o lateral Nino Paraíba, do Bahia.

Durante os 90 minutos, o Bahia abriu dois gols de diferença no placar com Rodriguinho, em penalidade, e Gilberto, ambos no 2º tempo. Aos 38, Jael diminuiu para o Vovô e levou a decisão para a marca do cal. Nas batidas, os visitantes levaram a melhor nas batidas (4x2) e ficaram com a taça.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte