Aprenda a fazer uma rotina de skincare e conheça seu tipo de pele

Dra. Lia Albuquerque responde as dúvidas das leitoras da SISI sobre skincare e tipos de pele

Rotina de skincare.
Legenda: Rotina de skincare.
Foto: Reprodução

Começar a ter rotina de cuidados com a pele não é só questão de idade ou vaidade, mas sim de saúde. Se você está iniciando nesse universo do skincare e não sabe por onde começar, a SISI traz dicas para cada tipo de pele e quais produtos usar nos rituais de beleza.  

A internet está cheia de conteúdos e vídeos explicativos sobre o assunto. Vão desde resenhas sobre produtos a vídeos de procedimentos realizados mundo afora. Mas como escolher o melhor tratamento? A dermatologista Lia Albuquerque, responde às perguntas mais frequentes quando o assunto é cuidado com a pele.  

Dra. Lia Albuquerque.
Legenda: Dra. Lia Albuquerque.
Foto: Acesso pessoal.

Qual é a importância de cuidar da pele? 

Importante para ter uma pele saudável e bonita, para prevenir o envelhecimento precoce e o câncer de pele. 

Quais são os pilares principais para uma boa rotina de skincare? 

De um modo geral existem três pontos principais: higienização com sabonetes específicos para cada tipo de pele, usados entre 2 e 3 vezes ao dia; hidratação e principalmente o uso do protetor solar com fator de proteção solar, ou seja, o FPS maior ou igual a 30. Com o recurso protetor solar adequado e de forma regular é possível prevenir o envelhecimento precoce, surgimento de manchas, de rugas, e também evitar o surgimento do câncer de pele. 

A partir de que idade é possível iniciar com os cuidados com a pele? 

O início da rotina com skincare pode ser realizada por volta do início da puberdade, com 10 e 12 anos. Pode usar um sabonete para higienizar a face, um hidratante e um protetor solar. Se tiver cravos, acne ou alguma espinha, o uso de algum ácido como o adapaleno e o peróxido de benzoíla para tratar esses cravos, acne e oleosidade.  

Antes dessa idade, os cuidados devem existir sempre com o uso do protetor solar e hidratante. Além disso, procurar, pelo menos uma vez por ano, um dermatologista para fazer um check up da pele ou se surgir alguma outra lesão ou alteração. 

Principais diferenças entre os tipos de pele

PELE NORMAL 

Aspecto da pele normal.
Legenda: Aspecto da pele normal.
Foto: Reprodução

O que é e quais características da pele normal? 

Uma pele normal é aquela pele em que existe um equilíbrio na produção das glândulas sebáceas, que é o que produz a oleosidade. É quando essa produção é normal sendo capaz de hidratar a pele, mas sem deixar a pele oleosa, sem deixar aquele aspecto de brilhoso, sem deixar aquele aspecto de oleosidade. 

Quais cuidados se deve ter com a pele normal? 

Para pele normal, os cuidados devem ser feitos com o uso de um sabonete para higienizar a face, um sabonete geralmente que hidrata, sem ativos seborreguladores, hidratante e protetor. 

PELE SECA 

Aspecto da pele seca.
Legenda: Aspecto da pele seca.
Foto: Reprodulção

O que é e quais características da pele seca?  

A pele seca acontece quando a produção da oleosidade está diminuída. Pode surgir com o processo de envelhecimento, em que essa oleosidade pode diminuir ou com uso de algum ácido ou produto que diminua essa produção da oleosidade, como o famoso roacutan ou isotretinoína que diminui a produção das glândulas sebáceas, deixando a pele com aspecto mais ressecada. 

Quais cuidados se deve ter com a pele seca? 

Na pele ressecada o ideal é usar sabonetes e também o uso de hidratantes para repor o manto lipídico da pele, devolvendo a hidratação e a saúde da pele. 

PELE OLEOSA 

Aspecto da pele oleosa.
Legenda: Aspecto da pele oleosa.
Foto: Reprodução

O que é e quais características da pele oleosa?  

A pele oleosa é quando ocorre uma intensa produção de oleosidade pelas glândulas sebáceas. Essa intensa produção geralmente tem um componente hormonal por baixo, podendo acontecer tanto em homens como em mulheres. Essa oleosidade pode desencadear poros mais dilatados, geralmente está associada a uma pele mais acneica.

É importante a gente tratar para diminuir essa produção da oleosidade e também melhorar a qualidade dessa oleosidade, do sebo, porque geralmente quem tem a acne, oleosidade ou sebo, tem uma alteração na sua qualidade.

A gente consegue melhorar através de uso de hidratantes específicos, alguns ácidos como adapaleno, às vezes essa oleosidade é tão extrema que é preciso lançar mão da isotretinoína (roacutan). 

Quais cuidados se deve ter com a pele oleosa? 

Com a pele oleosa, você deve escolher um sabonete seborregulador ou a base de ativos como piritionato de zinco para diminuir essa produção da oleosidade.

Bem como o uso de hidratante que apesar de oleosa, a pele precisa hidratação hidratantes para pele oleosa com ativos também seborreguladores e, se necessário, opte por algum ácido para diminuir essa produção da oleosidade, como por exemplo o adapaleno e o peroxido de benzoíla. 

PELE MISTA 

O que é e quais características da pele mista?  

A pele mista seria um meio termo, geralmente são aquelas pessoas que tem a zona T mais oleosa porque essas regiões das glândulas sebáceas produzem mais oleosidade e a pele um pouco mais seca ou normal nas outras regiões. 

Pele mista e região “T”.
Legenda: Pele mista e região “T”.
Foto: Reprodução

Quais cuidados se deve ter com a pele mista? 

A skincare ideal para esse tipo de pele precisa se basear em ativos que controlam a oleosidade ao mesmo tempo ativos que hidratam a pele. 

Dra. Lia Albuquerque explica como deve ser feito o passo a passo para uma boa rotina de skincare. Assista o video.

A importância da rotina matinal de Skin Care:

 


Assuntos Relacionados