Polícia tem 12 dias para concluir inquérito sobre morte de Jamile

Justiça Estadual recusou pedido de prisão temporária do advogado Aldemir Pessoa Júnior, suspeito de matar a empresária Jamile de Oliveira Correia. Afinal, foi suicídio ou feminicídio? A Polícia continua a investigação