Iraniano que chefiava grupo de extermínio vai a júri pela 2ª vez

Condenado em 2012 pela tentativa de homicídio contra um auditor da Receita Federal, o iraniano Farhad Marvizi será julgado agora por ter ordenado a morte do homem que ele teria contratado para executar o servidor público