Eletroconvulsoterapia: os dilemas de um método estigmatizado

A aplicação de correntes elétricas no cérebro de pacientes com doenças mentais ainda é cercada de tabus devido às práticas irregulares do passado. Mas, hoje, a técnica é regulamentada e segue parâmetros internacionais