Carro mais vendido no Ceará, Onix está em falta e tem fila de espera em concessionárias

A fabricação do modelo líder em vendas está paralisada desde abril. Previsão de normalidade para as vendas do Onix é prevista para agosto

Escrito por Heloisa Vasconcelos, heloisa.vasconcelos@svm.com.br

Automóvel
carro do modelo onix em estrada
Legenda: O Onix voltará a ser produzido em 16 de agosto, segundo a GM.
Foto: Divulgação

Líder em vendas do Ceará, o Onix está em falta em alguma das principais concessionárias de Fortaleza. O modelo está com a fabricação suspensa desde abril deste ano, prejudicando o abastecimento das lojas e provocando fila de espera. 

Segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), o Onix foi o modelo mais vendido do Brasil em 2020. O veículo perdeu posições este ano no ranking nacional, mas segue na liderança no Ceará mesmo diante do desabastecimento nas lojas. 

A produção do carro está sendo prejudicada por questões na cadeia de suprimentos da indústria automotiva. O problema é mundial, decorrente da pandemia. 

Por que o Onix está em falta? 

Em nota, a assessoria de imprensa da GM, empresa responsável pelo modelo, informou que a produção na fábrica de Gravataí está paralisada desde 5 abril. 

“A cadeia de suprimentos da indústria automotiva na América do Sul tem sido impactada pelas paradas de produção durante a pandemia e pela recuperação do mercado mais rápida que o esperado. Isso está afetando de forma temporária nosso cronograma de produção no Brasil”, declara a empresa. 

Segundo a GM, a produção na fábrica de Gravataí voltará em um turno no dia 16 de agosto. “A GM segue trabalhando com seus fornecedores para retomar a produção regular o mais rápido possível”, diz. 

O presidente em exercício da Fenabrave-CE, Lewton Monteiro Jr., explica que a pausa na fabricação se dá principalmente pela falta de semicondutores no mercado.  

“A produção dos veículos é uma cadeia, quando uma parte para atrapalha. Os semicondutores estão presentes na fabricação também de eletrônicos, cuja demanda ficou muito aquecida, as pessoas foram trabalhar de home office e demandou muitos equipamentos”.
Lewton Monteiro
Presidente da Fenabrave-CE

O problema é ainda maior devido aos custos envolvidos para a criação de uma fábrica para produzir mais semicondutores. A questão logística se soma ao problema, com dificuldades até mesmo de transporte das peças. 

A falta do Onix e de carros populares no mercado é uma questão de estratégia das indústrias em um momento de escassez, diz Lewton.  

“A indústria preferiu concentrar a produção em carros de mais alta gama, de mais complexidade tecnológica. Os carros de entrada necessitam de incentivos comerciais mais fortes foram preteridos no momento de dificuldade de matéria prima”, coloca. 

A expectativa da Fenabrave é que uma normalização no setor ocorra no segundo trimestre de 2022.  

Situação nas concessionárias 

Na Codisman há fila de espera desde maio, segundo a gerente de vendas da Codisman Washington Soares, Virgínia Sandra. Ela conta que nenhuma das versões do Onix está disponível para pronta entrega – o único modelo em falta. 

De acordo com a gerente, a GM fez campanha para as concessionárias ofertarem o modelo do próximo ano com o preço de 2021 para alavancar as vendas. A espera pelo modelo pode chegar a até 90 dias, dependendo de especificações do cliente. 

“A gente tem um banco de pedidos, os clientes estão comprando os carros que vão ser produzidos ainda em agosto e setembro, praticamente todos os carros já estão vendidos. Meu estoque de agosto já está todo vendido”, relata. 

A situação é parecida na Sanauto. Conforme o diretor da concessionária, que preferiu não se identificar, o estoque está zerado e a loja possui uma carteira de pré-venda para entregar o veículo em agosto e setembro. 

A lista de pré-venda começou em junho, com 100 carros em estoque. Hoje, há apenas 30, segundo o diretor. A expectativa da concessionária é que o abastecimento do modelo volte ao normal apenas a partir de setembro. 

VEJA A LISTA DOS CARROS MAIS VENDIDOS DO CE NO 1º SEMESTRE DE 2021:

1. Ônix: 1.894
2. Ônix Plus: 1.320
3. HB20: 1.298
4. Compass: 1.125
5. Argo: 1.014
6. Creta: 908
7. Mobi: 849
8. Kwid: 788
9. Gol: 762
10. Renegade: 602
11. Corolla: 522
12. Tracker: 404
13. Kicks: 385
14. HB20S: 380
15. Duster: 379

 

Assuntos Relacionados