Homem que matou ex-companheira e ex-sogra em Acaraú tinha sido denunciado por violência doméstica

Suspeito desrespeitou medidas protetivas que tinham sido concedidas pela Justiça à mulher assassinada. Casal tinha dois filhos

Escrito por Redação,

Segurança
A Prefeitura de Acaraú lamentou as mortes das funcionárias do Município, Maria de Jesus e Kelry, nas redes sociais
Legenda: A Prefeitura de Acaraú lamentou as mortes das funcionárias do Município, Maria de Jesus e Kelry, nas redes sociais
Foto: arquivo pessoal

O homem que matou a ex-companheira e a ex-sogra e ainda esfaqueou o ex-sogro, no Município de Acaraú (a cerca de 230 km de distância de Fortaleza), no último domingo (28), tinha sido denunciado à Polícia dias antes por violência doméstica e ainda desrespeitou medidas protetivas que tinham sido concedidas pela Justiça à mulher assassinada.

Valdian de Sousa Melgaço, de 29 anos, invadiu a residência da família, localizada no bairro Cauassu, por volta de 5h, e desferiu vários golpes de faca contra a ex-companheira, de 24 anos, e contra os ex-sogros, ambos de 47 anos.

Populares entraram no imóvel para socorrer a família e deter o suspeito. As três pessoas esfaqueadas foram levadas ao hospital. Maria de Jesus Veríssimo e Kelry Maria Veríssimo de Sousa, mãe e filha respectivamente, não resistiram aos ferimentos e morreram nas horas seguintes.

O suspeito foi preso em flagrante. Em depoimento à Delegacia Municipal de Bela Cruz, Valdian Melgaço detalhou que sabia da rotina do ex-sogro de acordar cedo e abrir as portas da casa todos os dias por volta de 4h e, por isso, decidiu invadir a cada nesse horário.

Valdian alegou que ficou revoltado por sua ex-companheira e sua ex-sogra terem procurado a Polícia Civil do Ceará (PCCE) para denunciar violência doméstica e pedir medidas protetivas a Kelry Maria, fato que tomou conhecimento ao ser notificado pela Justiça. Na noite anterior ao crime, ele fez uso de bebida alcoólica e ainda confessou ser usuário de cocaína.

Kelry Maria e Valdian Melgaço tinham dois filhos, de 4 e 6 anos. A mulher era enfermeira e a mãe dela, professora, da rede municipal de Acaraú. A Prefeitura do Município decretou luto de 3 dias, além de lamentar as mortes e se solidarizar com familiares e amigos das vítimas, nas redes sociais. O velório das duas mulheres ocorre na manhã desta segunda-feira (29).

O velório das duas mulheres ocorre na manhã desta segunda-feira (29), em Acaraú, e reúne familiares e amigos das vítimas
Legenda: O velório das duas mulheres ocorre na manhã desta segunda-feira (29), em Acaraú, e reúne familiares e amigos das vítimas
Foto: Mateus Ferreira