Ex-namorado confessa ter matado Stefhani Brito por ciúmes

Francisco Alberto Nobre Calixto afirmou em depoimento que não pretendia matar a namorada, mas a situação fugiu do controle

Francisco Alberto Nobre Calixto confessou em depoimento para a Polícia Civil que assassinou a namorada Stefhani Brito por ciúmes. Durante o depoimento, ele afirmou que queria “dar uma pisa” em Sthefani, mas a ação “fugiu do controle” e ele a lesionou gravemente com um pedaço de madeira.

O corpo de Stefhani foi encontrado em 1º de janeiro de 2018. O ex-namorado era o principal suspeito da morte. O nome dele constava na lista dos foragidos mais procurados do Ceará.

Para encontrar Calixto, os policiais chegaram a residir por uma semana na cidade de Mãe do Rio. Quando percebeu que havia sido encontrado, ele tentou fugir, mas foi alcançado dentro de um matagal. Segundo a polícia, Calixto vai responder por homicídio qualificado (feminicídio) e ocultação de cadáver.

A família da vítima compareceu nesta terça-feira (26) no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) para ser formalmente atualizada sobre o caso.

Crime

O corpo de Stefhani foi encontrado na Lagoa da Libânia, no bairro Mondubim. Segundo testemunhas, a vítima foi arremessada na lagoa por um homem que transitava em uma motocicleta. Após a ocultação do cadáver, o criminoso fugiu.

Francisco Alberto Nobre Calixto estava foragido desde 5 de janeiro, quando a Justiça do Ceará expediu mandado de prisão preventiva contra ele.

arte

Você tem interesse em receber mais conteúdo de segurança?

Assuntos Relacionados