Estudante que se jogou de carro no Conjunto Ceará foi estuprada, diz polícia; motorista é preso

Veículo do suspeito foi localizado após ser detectado pelo Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia).

O motorista do carro prata do qual uma adolescente de 13 anos se jogou na tarde da última terça-feira (2), no Conjunto Ceará, foi preso após uma operação realizada pelas polícias Civil e Militar. A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) afirmou que o motorista foi preso por estupro de vulnerável. O crime ocorreu na Rua 541 D, na 2ª Etapa do bairro.

O automóvel do condutor foi localizado após ser detectado pelo Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia). Durante o crime, a estudante se jogou do automóvel e, ao cair, bateu a cabeça com força.  De acordo com a Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dceca) que está à frente do caso, o suspeito trabalha como motorista de aplicativo. Ele negou o fato, mas depois mudou a versão e disse que a jovem se jogou do automóvel. 

O motorista foi encaminhado pelo policiais militares à sede da Dceca, onde foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável e lesão corporal dolosa.

Socorrida por moradores

A jovem estuda no período da tarde. A instituição de ensino ligou para os pais da adolescente, já que a menina não havia chegado à escola no horário de costume. Um morador da região, que não quis se identificar, confirmou ter visto a cena. Ele conta que a jovem apresentava sinais de convulsão. “A menina bateu com a cabeça em outro carro e a gente foi ajudar, sem entender nada. Ela não conseguia falar e estava passando mal, como se estivesse tendo uma convulsão”, afirma. 

Ainda de acordo com o morador, a menina estava vestida com a farda escolar, porém sem documento de identificação. Ela foi socorrida e encaminhada por populares para o Hospital Nossa Senhora da Conceição e depois para o Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro de Fortaleza.  

Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança