População de Canindé faz manifestação contra suspeito de matar a facadas namorado de ex-companheira

Suspeito foi capturado na tarde dessa terça-feira (27), em Maracanaú, município da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF)

Legenda: Moradores de Canindé fizeram manifestação pelas ruas da cidade após homicídio passional
Foto: vc/repórter

A população de Canindé fez uma manifestação na manhã desta quarta-feira (28) contra o suspeito de matar, a facadas, o namorado da ex-companheira, no último final de semana, na cidade. Vestindo camisas com a inscrição da palavra 'Justiça', moradores foram às ruas protestarem contra o caso. Na tarde de ontem (27), Paulo Cesar Alves Pontes, de 35 anos, foi preso por homicídio doloso.

A manifestação estava programada para ser iniciada às 8h de hoje. Participaram do ato, também, motociclistas, motoristas e pessoas andando a cavalo. O objetivo do protesto era pedir justiça pela morte de José Dieymisson de Freitas Lopes, de 25 anos, assassinado a facadas no último sábado (24).

Na noite dessa terça-feira (27), a população também se reuniu em frente à Delegacia Regional de Canindé, localizada no bairro Monte, para onde o suspeito foi encaminhado após a captura dele. Os moradores, em protesto contra Paulo Cesar, tocaram apitos e entoaram, em uníssono, a frase 'assassino'.

Conforme o titular da Delegacia Regional de Canindé, Daniel Aragão, o caso gerou uma grande repercussão entre os moradores da cidade pois a vítima era bastante conhecida na região.

"O caso causou grande repercussão e revolta na população, devido à vítima ser bem conhecida. Uma pessoa trabalhadora, vaqueiro, bem querida também pelos familiares", afirmou o delegado.

O sepultamento da vítima ocorreu um dia após o crime, na manhã de domingo (25). Populares também participaram do cortejo fúnebre pelas ruas da cidade.

Legenda: Moradores já tinham feito outra manifestação em frente à delegacia onde está o suspeito
Foto: vc/repórter

Crime e prisão

José Dieymisson foi assassinado a facadas na madrugada do último sábado (24), na localidade de Cal, zona rural de Canindé. A vítima foi morta enquanto estava na casa de sua namorada, que é ex-companheira do suspeito de cometer o homicídio, informou a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

De acordo com o delegado Daniel Aragão, após o crime, o suspeito fugiu para Fortaleza. Ao se passarem três dias, Paulo Cesar foi capturado na tarde dessa terça-feira (27).

De acordo com a Secretaria, o pedido de prisão preventiva contra Paulo Cesar foi cumprido quando o suspeito foi encontrado em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

​O suspeito, segundo a Pasta, foi levado para a unidade policial de Canindé, na qual o mandado de homicídio doloso foi cumprido. Conforme o delegado, logo em seguida, Paulo Cesar foi levado a um presídio.

O órgão informou aunda que Paulo Cesar está à disposição da Justiça, e a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) continua investigando o caso.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará