Piloto morre em acidente de carro em Quixelô

Arlindo Júnior morreu ao capotar uma camionete na rodovia CE 375 que liga Quixelô a Solonópole na noite deste domingo

Piloto trafegava entre
Legenda: O corpo do piloto ficou preso no veículo e foi retirado pelo próprio pai
Foto: Arquivo Pessoal

O piloto e instrutor de voo, Arlindo Pedro Ferreira Júnior, 33 anos, morreu na noite deste domingo (22), por volta das 22 horas, em acidente de trânsito na CE 375, que liga as cidades de Quixelô e Solonópole. Ele trafegava sozinho em uma camionete L200 Triton, quando perdeu o controle do veículo, em um trecho de reta, e capotou.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi ao local e constatou que o piloto já estava morto. O corpo foi conduzido para o Núcleo de Perícia Forense (Pefoce) do Instituto Médico Legal de Iguatu. Até o fim dessa manhã ainda não havia sido divulgado o laudo de exame cadavérico.

De acordo com relatos de parentes, Arlindo Júnior estava em uma festa na zona rural de Quixelô e havia bebido. Ao sair para buscar a mãe dele em um sítio próximo ocorreu o acidente. O pai da vítima, o bancário aposentado Arlindo Ferreira, foi quem tirou o corpo do filho que estava preso no interior do carro.

A morte de Arlindo Júnior repercute na cidade de Iguatu, onde ele viveu por muitos anos e trabalhou como piloto particular para uma empresa fabricante de móveis. Ele era piloto há 11 anos. “Era um grande amigo, uma pessoa de bem, sempre atencioso e prestativo para com todos”, disse o empresário, Paulo Holanda.

O piloto Kéllyson Berbardo de Souza Marques (Bochecha) foi instrutor da vítima, emocionado, afirmou que “era um irmão, um parceiro, pronto para servir e que só deixou alegria e muita amizade”. Outros amigos destacaram a marca da perseverança e do empreendedorismo.

Arlindo Júnior estava voando para um empresário no Pará e fazia voos para os Estados de Pernambuco e Paraíba. Ele era divorciado e tem um filho de três anos de idade.

O corpo de Arlindo Júnior será velado na casa dos pais dele, na Praça da Mulher, em Iguatu, a partir das 13h. O sepultamento será às 17h, no Cemitério Parque da Saudade. Colegas pilotos vão fazer um sobrevoo e lançar pétalas de rosas em Homenagem a Arlindo. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará