Operação Carnaval intensifica fiscalização no Centro-Sul cearense

Iguatu, Acopiara, Orós e Várzea Alegre implantaram barreiras de fiscalização, suspenderam eventos públicos e determinaram o fechamento de chácaras para aluguel. Pontos turísticos foram interditados.

Iguatu
Legenda: Clubes, balneários e parques aquáticos são alvos da Operação Carnaval em Iguatu. Todos esses equipamentos permanecerão fechados.
Foto: Wandenberg Belém

A Operação Carnaval, no Centro-Sul cearense, começou nesta sexta-feira (12) e se estende até a quarta-feira de Cinzas (17), com ações articuladas de fiscalização, medidas preventivas e repressivas por agentes de trânsito, da vigilância sanitária, policiais civis e militares. Os trabalhos serão intensificados em Acopiara, Iguatu, Orós e Várzea Alegre.

No início da noite desta quinta-feira (11), no auditório do Hospital Regional de Iguatu, a Operação Carnaval de Combate à Covid-19 foi definida e contará com a participação de 55 agentes e 16 viaturas. “Fiquem em casa. Essa é a nossa mensagem para a população, pois não podemos permitir que ocorra no Ceará o que aconteceu em Manaus”, pontuou a secretária de Saúde Sayonara Moura Cidade. “O nosso objetivo é salvar vidas”.

O comandante do 10º Batalhão de Polícia Militar de Iguatu, coronel Giovani Sobreira, foi incisivo: “A fiscalização será rigorosa, por meio de um trabalho integrado e não vamos permitir desrespeito ao decreto estadual”.

Para o delegado de Polícia Civil de Iguatu, Wesley Alves, “a população precisa apoiar as medidas preventivas e de suspensão de festas” e frisou que haverá um trabalho direcionando para coibir “festas em chácaras que regularmente são alugadas por grupos de amigos”.

Iguatu
Legenda: As chácaras, que costumam ser alugadas por grupos de amigos no carnaval, devem permanecer fechadas.
Foto: Wandenberg Belém

O secretário de Trânsito e Mobilidade Urbana, Marcos Ageu Medeiros, explicou que haverá barreiras nas entradas da cidade para impedir o acesso de veículos intermunicipais a partir de hoje, além de rondas constantes nas áreas urbana e rural.

O vice-prefeito, Franklin Bezerra, chamou a atenção para o “momento delicado que o Brasil vivencia com a circulação de novas variantes do coronavírus” e ressaltou que " não vamos permitir nenhum tipo de aglomeração”.

Em Iguatu, o presidente do Sindicato dos Lojistas (Sindilojas), Tadeu Rolim, e do Sindicato dos Comerciários, Francimar Silva, divulgaram nota conjunta suspendendo o acordo anual que previa o não funcionamento do comércio nos dias de Carnaval. “Neste ano, não temos feriado e as lojas vão funcionar normalmente”, pontou Tadeu Rolim.

Várzea Alegre

O prefeito de Várzea Alegre, Zé Helder, disse que “será rigoroso o processo de fiscalização para evitar aglomerações”. A cidade tem tradição em promover Carnaval e atrair moradores de vários municípios. “Todos os desfiles de escolas de samba e dos blocos estão proibidos”, pontuou o gestor.

Neste ano, a secretaria de Cultura de Várzea Alegre articulou a produção de vídeos sobre a história do Carnaval da cidade - uma tradição de mais de 80 anos, que serão exibidos em redes sociais.

Várzea Alegre
Legenda: A Escola de Samba Unidos do Roçado de Dentro, a mais tradicional de Várzea Alegre, vai realizar live no próximo domingo (14). Não houve ensaios e nenhum movimento na quadra da Escola, que fica na zona rural.

Acopiara

Em Acopiara, o gestor municipal, Antônio Almeida, também reforçou a necessidade de cumprimento das normas proibitivas de promoção de festejos nos próximos dias. “Aglomerações não serão permitidas”, reforçou. “Está tudo cancelado”.

Orós

A cidade de Orós costuma receber foliões oriundos de vários municípios da região no domingo e na terça-feira de Carnaval, mas, neste ano, os pontos turísticos estão fechados – acesso ao açude, à válvula dispersora, ao mirante e correntezinha.

Orós
Legenda: O acesso ao açude Orós, à válvula dispersora, correntezinha e a outros locais de banho do Município de Orós está proibido desde o dia 26 de janeiro e segue por tempo indeterminado.
Foto: Wandenberg Belém

A secretária de Saúde do município, Zuíla Maciel, pediu que “a população fique em casa e não vamos permitir funcionamento de chácaras, de clubes, balneários e de outros locais com piscinas que já foram interditados”.  

Zuíla Maciel explicou que “o comércio vai funcionar normalmente e não haverá feriado e nem ponto facultativo” e reforçou que “os pontos turísticos estão fechados e a fiscalização será reforçada com apoio da polícia militar”.

Nas cidades de Acopiara, Orós e Várzea Alegre, o comandante do 10º Batalhão, coronel Giovani Sobreira, frisou que “a Polícia Militar vai reforçar o trabalho de fiscalização a partir de amanhã (sábado) que será intensificado no próximo domingo”.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará