Manchas de óleo: Cumbuco, Flecheiras, Taíba e Porto das Dunas estão impróprias para banho

Das 35 praias analisadas, sete foram consideradas impróprias devido a ocorrência de manchas de óleo

Legenda: Praia de Taíba é uma das impróprias para o banho em razão do vazamento de óleo
Foto: Foto: Divulgação

A análise da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) concluiu que sete praias do litoral cearense estão impróprias para banho devido a ocorrência de manchas de óleo na água ou na areia. O novo boletim foi divulgado nesta terça-feira (1º), após análise de amostras colhidas em 35 praias do Ceará.

No litoral oeste, do Icaraí (Caucaia) ao Preá (Cruz), 18 praias foram avaliadas e cinco desaprovadas pela análise. São elas:  

  • Cumbuco (Caucaia),  
  • Taíba (São Gonçalo do Amarante) 
  • Paracuru (Paracuru),  
  • Flecheiras (Trairi) 
  • Mundaú (Trairi).  

Já no litoral leste, trecho entre a praia da Cofeco, em Fortaleza, e a praia da Redonda, no município de Icapuí, o problema foi constatado em duas das 17 praias monitoradas: 

  • Porto das Dunas (Aquiraz)  
  • Pontal de Maceió (Fortim). 

Limpeza

Em operação de limpeza, um mutirão com servidores da Semace recolheu mais de 500 litros de óleo de nove praias do Ceará.

Com o surgimento da substância, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) também foi acionado e coletou o material para averiguar. 

Banhistas e frequentadores das praias podem denunciar o aparecimento de substâncias ou animais atingidos pelo óleo, vivos ou mortos, à Semace, por telefone ou por meio do aplicativo do órgão.  

A autarquia mantém uma equipe de plantão para tomar as providências de limpeza e resgate do animal. A orientação é para que as pessoas não entrem em contato direto com o óleo. 

Os telefones para contato são: 0800.275.2233/ (85) 3101.5515/ 3101.5562/ 3101.5580 ou 3452.3083.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará

Assuntos Relacionados