Cidades cearenses registram temperaturas abaixo dos 15ºC

Barro, no Cariri cearense, registrou 14.6ºC na madrugada desta sexta (7). No mês passado, Barbalha, São Benedito e Tianguá também tiveram baixos índices

Frio no Sertão cearense? A cena pode parecer inusitada, mas é o que tem sido registrada em várias cidades interioranas neste mês de agosto - a exemplo do que já vinha acontecendo em julho. Na madrugada desta sexta-feira (7), a cidade de Barro, no Cariri cearense, registrou 14.6°C, e Tianguá, na Serra da Ibiapaba, na região Norte, 17.4°C.

Essas são as menores mínimas observadas durante essa semana, conforme dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) e do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Ainda segundo os órgãos, o pico das temperaturas mínimas ocorre, geralmente, entre 5h e 6h.

Nos dias em que o céu tem poucas nuvens, facilita a ocorrência de temperaturas mais amenas, conforme explica a gerente de Meteorologia da Funceme, Meiry Sakamoto. 

“Quando há maior nebulosidade, as nuvens, durante a noite, impedem que a radiação se perca, funcionando como uma “tampa”, deixando assim, as temperaturas mínimas mais elevadas”.

Histórico

As temperaturas registradas hoje se aproximam das mais baixas observadas ao longo do mês de julho, no Ceará. Entre os dias 10 e 29 do mês passado, as baixas foram verificadas em Barbalha (14,1°C), Barro (14,2°C), Tianguá (14.7°C ), segundo levantamento da Funceme.

Essa medição decorre de leituras automáticas realizadas em 13 estações meteorológicas do Inmet, no Ceará. O posto de Guaramiranga, por exemplo, está inoperante. Por isso, a cidade que costuma registrar baixas temperaturas nesta época do ano não aparece na lista da Funceme ou Inmet. Entretanto, de acordo com a empresa de meteorologia Climatempo, a cidade de Guaramiranga registrou na madrugada desta sexta-feira (7) mínima de 15°C.

Ainda segundo dados do Climatempo, São Benedito, na Serra da Ibiapaba, registrou mínima de 14°C e Pacoti, no Maciço de Baturité, 17°C. A cidade de Meruoca, próximo a Sobral, observou 16°C.

Inverno

No trimestre de junho a agosto, a temperatura fica amena no Ceará pois é estação do inverno hemisfério Sul, que neste ano ocorre entre 20 de junho a 22 de setembro. “A influência do inverno no Sul é sutil, e o que mais contribui para essa queda de temperatura no Ceará são a altitude (cidades serranas) e os ventos úmidos que sopram do oceano”, observa o meteorologista do Inmet, Heráclio Alves.

 

 

Você tem interesse em receber mais conteúdo da região do Ceará?