Chove em pelo menos 40 cidades do Ceará

A previsão da Funceme para este Carnaval, sem folia, é de possibilidade de chuva em todo o Ceará, devido a formação de áreas de instabilidade no Oceano Atlântico.

Tempo de chuva em Alencar, Iguatu
Legenda: Tempo de chuva em Alencar, Iguatu
Foto: Honório Barbosa

Choveu na madrugada deste sábado (13) em pelo menos 40 municípios do Ceará. Os dados são da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). As duas regiões mais favorecidas foram Ibiapaba e Cariri. A previsão é de fim de semana com chuva para esse período de Carnaval, sem folia, em decorrência das medidas preventivas ao novo coronavírus.
 
As cinco maiores precipitações foram observadas em Ipu (31 mm), Viçosa do Ceará (20,4 mm), Campos Sales (19,2 mm), Cariri (18 mm) e  Barro (15 mm).  
 
Para os próximos três dias, a Funceme prevê tempo com nebulosidade variável em todas as regiões e possibilidade de chuva isolada no litoral Norte, Ibiapaba e Cariri.
 
A Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), principal sistema de largas bandas de nuvens que trazem chuva para o semiárido nordestino nessa época do ano, se aproximou da costa norte do Ceará.
 
Segundo a Funceme, as precipitações deverão ocorrer devido à atuação de áreas de instabilidade provenientes do Atlântico. Já em áreas como na faixa litorânea, a brisa terrestre aparece como sistema que pode colaborar com ocorrência de chuvas”.
 
A gerente de meteorologia da Funceme, Meiry Sakamoto, pontuou que “o Carnaval de 2021 não vai ter a folia de sempre, mas as previsões de tempo indicam que o final de semana vai ser do jeito que o cearense gosta com chuva em todo o Estado”.
 
Entre as 7 horas da manhã desta quinta-feira (11) e 7 horas da manhã desta sexta-feira (12), a Funceme registrou chuva em 112 municípios. Os maiores volumes acumulados foram em Jucás (68 mm), Barro (67 mm), Crateús (55 mm), Santa Quitéria (53 mm) e Marco (47 mm).
 
As chuvas dos últimos cinco dias devolveram ao sertanejo a esperança de um bom inverno. Muitas estavam preocupadas com a ausência de precipitações em janeiro passado e no início deste mês, que é o primeiro da quadra chuvosa.
 
Em janeiro passado, a média histórica do período é de 98,7 mm, mas somente choveu 48,5 mm, ou seja, ocorreu um desvio negativo de 50.8% em relação ao esperado para o período.
 
O agricultor familiar, Josimar Souza, morador do distrito de Alencar, zona rural de Iguatu, disse que vai iniciar o plantio de milho e feijão em uma área de meio hectare na próxima segunda-feira. “Acho que agora o inverno começou”, disse. “Quero aproveitar as primeiras chuvas”.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará

Assuntos Relacionados