Barbalha tem 'drive-thru' para atender pessoas com suspeita de Covid-19

A estrutura foi montada em frente ao largo do Rosário para tirar dúvidas e realizar testes rápidos sem que as pessoas saiam de seus veículos.

Legenda: Drive-thru foi instalado hoje (5) e funcionará de segunda a sexta-feira
Foto: Lorena Tavares

A Secretaria da Saúde de Barbalha montou, nesta sexta-feira (05), um stand no largo da Igreja do Rosário, para realizar atendimentos relacionados à Covid-19, em sistema de drive-thru, sem que os moradores precisem descer dos seus próprios veículos. A proposta é tirar dúvidas e, até mesmo, oferecer testes rápidos a pessoas que tenham sintomas semelhantes da doença. 

O stand conta com equipe de profissionais da saúde, como técnicos e enfermeiros, para atendimento ao público. Ao chegar, o possível paciente passará por um diagnóstico prévio ainda em veículo e, caso necessário, será encaminhado para realizar testes, isolamento ou internamento. O serviço acontece de segunda à sexta-feira, de 7h30 às 17h.

Segundo a secretária d Saúde de Barbalha, Pollyanna Callou, além de informações e orientações sobre a doença, a realização de testes rápidos segue alguns critérios estabelecidos. “Um deles é chegar com um encaminhamento da unidade básica de saúde”, pontua. A ideia é, a princípio, desafogar a rede hospitalar.

Ela acrescenta que além da possibilidade de atender no carro, as pessoas que se sintam desconfortável "podem receber atendimento no stand, com mesa e cadeira”. De acordo com a secretária, o serviço se tornou necessário diante da gradativa retomada econômica que acontece no Ceará.

 “Estamos prontos para tirar dúvidas, prestar esclarecimentos. Continuamos fazendo o trabalho de conscientização da população para que todos passem por estas etapas com segurança”, completa. 
 

Casos

Em Barbalha, até agora, são 78 casos confirmados da doença. Destes, 52 estão recuperados, enquanto 21 passam por tratamento domiciliar e outros dois seguem internados na rede hospitalar. O Município já acumula três óbitos pela covid-19. Outras 114 pessoas são suspeitas de estarem com o novo coronavírus.