Grupo protesta contra passaporte de vacinação na Câmara Municipal de Fortaleza

A exigência do passaporte da vacina para entrar em restaurantes, bares e barracas de praia passou a ser obrigatória

Escrito por Felipe Azevedo ,

PontoPoder
Grupo de manifestantes em frente à câmara de fortaleza
Legenda: Grupo afirma que não é contra a vacinação para a Covid-19, e quer discussão na Casa sobre passaporte vacinal
Foto: Felipe Azevedo

Um grupo foi recebido na Câmara Municipal de Fortaleza nesta quinta-feira (25), após protesto em frente à Casa contra a implantação do passaporte da vacina no Ceará, instituído pelo Governo do Estado. Contrários à determinação, os manifestantes pedem que haja uma audiência pública para discutir o assunto e destacam que não são contra a vacinação para combater a Covid-19. 

O pleito é, segundo o grupo, para que não haja obrigatoriedade na apresentação de cartão vacinal. A exigência do passaporte da vacina para entrar em restaurantes, bares e barracas de praia passou a ser obrigatória desde a segunda-feira (22) em todo o Ceará.

Existe na Câmara de Fortaleza um requerimento da vereadora Priscila Costa (PSC), pedindo que haja uma audiência pública para discutir o assunto. A matéria já passou na Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) e agora aguarda ser pautada na Comissão de Saúde da Câmara. 

Para pressionar os parlamentares, os manifestantes ocuparam as galerias da Câmara e acompanharam a sessão legislativa. De acordo com a assessoria da Casa, o lugar não era ocupado há mais de dois anos, por conta dos protocolos sanitários da Covid-19.

A expectativa é de que o assunto seja discutido no âmbito da Comissão já na próxima quarta-feira (31). De acordo com a presidente da Comissão, vereadora Cláudia Gomes (DEM), o requerimento será pautado na próxima reunião e um relator da matéria será designado na ocasião. 

Apesar de se posicionar favorável ao passaporte, a vereadora diz que a decisão final sobre a realização da audiência pública será dos demais membros da comissão. 

O assunto virou tema de debate na tribuna durante a sessão. Os vereadores de oposição se manifestaram favoráveis à audiência. Márcio Martins (Pros), que lidera o grupo oposicionista, e Sargento Reginauro (Pros) usaram o momento do Grande Expediente para defender a discussão. 

Assembleia 

O mesmo grupo, na semana passada, esteve protestando contra o passaporte da vacina em frente à Assembleia Legislativa. Assim como na Câmara, eles queriam a realização de uma audiência pública e um debate sobre a instituição do passaporte. Os vereadores Carmelo Neto (Republicanos) e Priscila Costa estiveram no ato. 

Na AL, no entanto, a discussão não ocorreu, pois a maioria dos deputados votou contra a realização da audiência.