De Noda de Caju a Wesley Safadão: veja os artistas mais contratados por prefeituras do Ceará

Artistas regionais são os mais contratados pelos municípios cearenses, mas artistas em destaque nacionalmente recebem os maiores cachês

Escrito por Igor Cavalcante, igor.cavalcante@svm.com.br

PontoPoder
Wesley Safadão foi contratado para shows por duas prefeituras cearenses
Legenda: Wesley Safadão foi contratado para shows por duas prefeituras cearenses
Foto: Romilson Sales/Divulgação

Ritmo mais popular do Nordeste, o forró também tem os artistas “preferidos” pelas prefeituras cearenses na hora de firmar contratos para shows públicos. Bandas e artistas desse ritmo concentram a maior quantidade de shows no Estado e também recebem os maiores valores pagos pelos municípios. 

A constatação é de um levantamento feito pelo Diário do Nordeste analisando os contratos feitos por inexigibilidade de licitação em todos os 184 municípios do Estado, até o último dia 10 de junho. Desde março, quando os grandes eventos passaram a ser liberados no Ceará, as prefeituras já anunciaram investimentos de R$ 22,1 milhões em shows de grandes artistas. Os dados estão disponíveis no Portal de Licitações do Tribunal de Contas do Ceará (TCE). 

A banda mais escolhida neste período foi Forró Real, que tem shows realizados e previstos em 14 cidades cearenses. Apesar do grande volume de eventos, a banda tem cachê mediano, se comparado a outros artistas. Os valores dos contratos variam de R$ 30 mil a R$ 70 mil. Para atender todas essas cidades, os músicos devem receber, ao todo, R$ 751,7 mil.  

Dois outros forrozeiros que aparecem no topo da preferência no Ceará são Zé Cantor e Taty Girl. Cada artista foi convidado por onze prefeituras, desde março, para animar os festejos locais. O cantor, que tem cachê mais baixo, deve receber um montante de R$ 660 mil. Já a presença da cantora nas onze cidades deve render a ela R$ 988 mil. 

Outras bandas tradicionais no Ceará, como Mastruz com Leite e Toca do Vale, também aparecem no topo da lista, todas com cachês médios de R$ 70 mil, para shows em até oito cidades. 

Cachês milionários 

Se esses artistas regionais dependem do grande volume de shows para acumular recursos, cantores que estão em alta no cenário nacional e até internacional destacam-se pelos valores que superam a cifra de R$ 1 milhão.  

É o caso de Wesley Safadão, que foi convidado para realizar shows em Acopiara e Maracanaú. Pelos dois espetáculos, os municípios desembolsaram R$ 1,2 milhão. Na lista dos cachês milionários aparecem ainda Zé Vaqueiro, contratado para eventos em sete cidades cearenses a um custo total de R$ 1,5 milhão. 

O forrozeiro cearense Natanzinho também deve receber R$ 1,5 milhão, mas por oito shows em municípios cearenses. Em média, o cachê do artista é avaliado em cerca de R$ 180 mil. Entre todos os artistas contratados por prefeituras cearenses, o maior valor pago em um único show foi para Gusttavo Lima, contratado pela Prefeitura de Iguatu para evento no último dia 16 de junho por R$ 604 mil.