Pazuello segue, 'até o presente momento', no comando do Ministério da Saúde, informa Pasta

Apuração do jornal O Globo indicou, neste domingo, que o general poderia estar de saída do Ministério

Escrito por Estadão Conteúdo,

Política
Eduardo Pazuello, ministro da Saúde
Legenda: Cúpula do Congresso iniciou na sexta-feira uma ofensiva para tirar o general do comando da Saúde
Foto: Tony Winston/MS

O Ministério da Saúde (MS) negou, em comunicado na tarde deste domingo (14), a informação de que Eduardo Pazuello esteja de saída do cargo de ministro. "O Ministério da Saúde informa que até o presente momento o ministro Eduardo Pazuello segue à frente da Pasta, com sua gestão empenhada nas ações de enfrentamento da pandemia no Brasil", diz a nota enviada pela assessoria do ministro.

Segundo apuração do jornal O Globo, Pazuello estaria de saída marcada do MS nos próximos dias por problemas de saúde. A pressão para a substituição do ministro vem crescendo nos últimos dias, à medida que o número de mortes em decorrência da Covid-19 no Brasil bate recordes

A Coluna do Estadão mostrou no sábado (13), que a cúpula do Congresso iniciou na sexta-feira uma ofensiva para tirar o general do comando da Saúde com a apresentação de nomes técnicos e gestores com conhecimento do Sistema Único de Saúde (SUS)

Substituta já estaria cotada

Um dos nomes apresentados para substituir Pazuello é o da cardiologista Ludhmila Hajjar, que estaria já em Brasília para conversar com o presidente da República, Jair Bolsonaro. O nome dela foi levado ao chefe do Executivo pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). 

A Secretaria Especial de Comunicação Social do Ministério das Comunicações informou que a médica se reuniu no período da tarde com o presidente da República, Jair Bolsonaro. O encontro ocorreu no Palácio da Alvorada.