Apoiador do Bolsonaro grita, e Ciro Gomes retruca: "ai dento!"

Ciro foi o terceiro candidato à Presidência mais votado no País, com 12,47% dos votos apurados pelo TSE, e o mais votado no Ceará, superando Bolsonaro e Haddad

Escrito por Redação,

Política

Apesar de estar fora da disputa pela Presidência da República, Ciro Gomes (PDT) afirmou que continuará "combatendo o facismo e lutando pela democracia". Até as 23h40 deste domingo (7), Ciro recebeu 12,47% dos votos apurados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no País, sendo o terceiro mais votado no Brasil - ficando atrás de Jair Bolsonaro (PSL), que ficou com 46,07% dos votos, e de Fernando Haddad, que recebeu 29,23% dos votos.

Em entrevista coletiva na Praia de Iracema, em Fortaleza, Ciro cometou que avalia a atual situação do País "com muita angústia e preocupação, mas o Ceará é um estado muito politizado". Enquanto falava, Ciro foi interrompido por um grito de "Bolsonaro", proferido por um apoiador do candidato do PSL. Gomes, no entanto, respondeu ao estilo cearense: "ai dento!".

No Estado, Ciro foi o candidato à Presidência mais votado, tendo recebido 40,96% dos votos apurados até às 23h40. O valor é quase o dobro de Jair Bolsonaro, que obteve 21,75% dos votos dos cearenses. Haddad, no entanto, recebeu 33,12% dos votos apurados.