Testes para Covid-19 no Ceará estão em análise desde março pelo Lacen

Exames de março, abril e maio, realizados em diferentes datas, estão aguardando análise

Legenda: Conforme dados da plataforma IntegraSUS, da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa), 8.912 testes de Covid-19 estão em análise nesta terça-feira (19)
Foto: Foto: AFP

Conforme dados da plataforma IntegraSUS, da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa), 8.912 testes de Covid-19 estão em análise nesta terça-feira (19). Os exames foram coletados pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). Dois casos estão em investigação desde o dia 15 de março de 2020. O sistema indica ainda que os primeiros pacientes positivos da doença foram confirmados no dia 17 de abril de 2020. Ao todo, 11 pessoas estavam com a doença na época. Já o primeiro exame negativo é datado em 8 de março.

Exames de março, abril e maio, realizados em diferentes datas, estão aguardando análise do Lacen. A Sesa não informa no IntegraSUS quais tipos análises foram realizadas nos pacientes que esperam os resultados.

As unidades hospitalares e laboratoriais do Ceará realizaram 69.521 exames para diagnosticar Covid-19 em pacientes com sintomas da doença, até às 17h07 desta terça-feira (19). A média de testes dos últimos sete dias é de 1.718,14. A plataforma também registra em 8,23 o número de exames por mil habitantes e 2,47 testes por caso confirmado. 

Circulação do vírus

Os primeiros casos confirmados da doença foram notificados pela Sesa no dia 15 de março deste ano. Na ocasião, três pacientes haviam testado positivo para a Covid-19.

Até o dia 23 de abril, pelo menos 1.436 testes feitos em unidades de saúde administradas pela Prefeitura de Fortaleza ainda aguardam resultado para detectar a presença do novo coronavírus. Desse total, 73 foram colhidos ainda no mês de março.

O tempo de circulação do vírus, porém, antecede em mais de dois meses a data em que o Ceará conseguiu confirmar os primeiros casos da doença. Em entrevista ao Sistema Verdes Mares na última semana, a secretária executiva de Vigilância e Regulação da Secretaria da Saúde do Estado, Magda Almeida, afirmou que o novo coronavírus já circulava por aqui em janeiro, sem ser detectado.

A constatação ocorreu a partir do acesso e avaliação por parte da Sesa a dados retroativos, sobretudo, de casos atendidos na rede privada. Dados da Pasta apontam que, se levada em conta a data de início dos sintomas, o Ceará teve caso de Covid-19 no dia 1º de janeiro. Mas, se considerado o resultado dos exames, a data de registro de caso é dia 20 de janeiro.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza