Ponte dos Ingleses aguarda reforma há 18 meses e vira local de ocupação irregular

Turistas e comerciantes reclamam da situação que deve levar pelo menos mais um ano para estar adequada aos passeios.

Legenda: Espaço é utilizado irregularmente para pesca e banho.
Foto: Carlos Marlon

O vento refrescante e o ar puro, típicos do ambiente à beira-mar, foram substituídos pelo odor forte de urina e fezes na Ponte dos Ingleses. Conhecido como Ponte Metálica, o ponto contiua sendo ponto para turistas no período de férias, mas está bloqueado para reforma e ocupado irregularmente por pessoas que utilizam o espaço para dormir e pescar. A situação permanece desde janeiro do ano passado.

Quem está cotidianamente no local, há cerca de seis anos, é o ambulante Bruce Filho, que percebeu queda na movimentação de pessoas após o isolamento da estrutura. "Essa ponte está oferecendo risco ao banhista e ao turista. Cai madeira direto, as placas estão voando e o teto caindo", comenta o ambulante se referindo aos quiosques construídos para receber o comércio local.

Bruce cita a ainda frustração dos turistas ao ver o local fechado. É o caso de Jease Carvalho, 35, que veio com a família de Parauapebas, no Pará, motivado pelas praias “que são bonitas demais”, como ressalta. “Você chega aqui e está todo isolado, em obras, é um pouco constrangedor”. Para Jease, o espaço poderia ser melhor aproveitado para gerar renda. “Se é ponto turístico deveria ter um olhar especial, principalmente, porque você anda na extensão da praia e vê as outras coisas funcionando”, conclui o mecânico.

A Ponte Metálica foi fechada em janeiro de 2018 para a realização de reforma e para evitar risco à segurança dos visitantes, conforme a Secretaria de Turismo do Ceará (Setur). Por nota, a Pasta informou que o orçamento prévio para a reforma é de R$ 19 milhões, que a requalificação está em fase de projeto, mesmo após mais de um ano do cercamento, e que será executada pela Casa Civil. 

Só quando o projeto for concluido é que a obra terá início com previsão para ser finalizada no período de um ano. Por ser tombada, a Ponte dos Ingleses não pode sofrer alterações do projeto original e, com isso, para a reforma será dada preferência ao escritório Delberg Ponce que possui os direitos autorais do projeto. 

No local, a reportagem verificou a presença de pessoas ocupando o espaço, mesmo com a entrada bloqueada.


Categorias Relacionadas