Número de casos de Covid-19 aumenta 121% em uma semana no Ceará

No mesmo período, Estado registrou queda no registro de óbitos pela doença

O Ceará registrou uma disparada de 121,7% no número de casos confirmados de Covid-19. Em contrapartida, as mortes em decorrência da doença caíram 32,1%, conforme mostra o boletim epidemiológico semanal da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), divulgado nesta sexta-feira (22).

Os dados compreendem o recorte da semana epidemiológica de 10 a 16 de janeiro na comparação com os sete dias anteriores. Neste período, foram registrados 356.804 diagnósticos e 36 óbitos em todo o Estado. De acordo com a Sesa, os aumentos mostrados no boletim são uma consequência do represamento de dados da primeira semana de janeiro, quando os núcleos de vigilância dos municípios estavam se estabelecendo nas novas gestões.

Outros fatores que causaram piora, aponta a secretaria, foram as aglomerações nas festas de fim de ano, somadas ao relaxamento no uso de máscaras e higiene das mãos.

Na análise das macrorregiões, houve aumento do número de ocorrências do novo coronavírus em todas elas. A maior concentração está no Sertão Central, com 182 novos casos, totalizando aumento de 264%. Houve uma morte (redução de 75%). Veja como ficou:

Sertão Central
Aumento de casos: 264% 
Nº de novos casos: 182
Nº de mortes: 1 (redução de 75%)

Norte 
Aumento de casos: 201,2%
Nº de novos casos: 518
Nº de mortes:2

Cariri
Aumento de casos: 167,2%
Nº de novos casos: 545
Nº de mortes: 7 (redução de 71,4%)

Litoral Leste
Aumento de casos: 123,1%
Nº de novos casos: 357
Nº de mortes: 2 (redução de 71,4%)

Fortaleza
Aumento de casos: 107,2%
Nº de novos casos: 2.851
Nº de mortes: 23 (redução de 34,5%)

Quase um ano de pandemia no Ceará 

Do início da pandemia, em fevereiro de 2020, até 16 de janeiro de 2021, foram confirmados 356.804 casos de Covid-19 e 10.317 óbitos pela doença no Estado, representando uma letalidade de 2,9%.

Fortaleza

O boletim da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), também divulgado nesta sexta-feira (22), mostra um aumento de 33,6% no número de testes com diagnóstico positivo de Covid-19 na Capital. Os dados se referem ao período de 10 a 18 de janeiro último. O percentual é levemente superior ao observado no recorte de 1º e 14 deste mês, de 31,1%. 

Ao todo, 92.656 casos de residentes de Fortaleza foram confirmados, por critério laboratorial, até o dia 22 de janeiro de 2021. Há tendência de "desaceleração" de casos confirmados na Capital - algo identificado já em meados dezembro - mas que "ainda não é uma tendência definitiva". Isso "pode tanto estar associada ao cronograma de triagem e liberação de resultados, bem como à diminuição do número de coletas".

A média móvel de óbitos dos últimos sete dias (2,3) também apresenta redução de 55% em comparação à mensurada 14 dias atrás (5,1). 

A SMS ressalta que, na fase em que o Município se encontra, de baixa mortalidade, mínimas alterações no número de óbitos mudam a média móvel desproporcionalmente. Isto pode induzir súbito e significativo aumento (ou queda) percentual da média móvel sem real relevância epidemiológica. 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza

Assuntos Relacionados