Média diária de mortes por Covid-19 cai para 1,1 na última semana, em Fortaleza

Índice se refere ao período entre os dias 9 e 15 de agosto, de acordo com informações divulgadas pelo prefeito Roberto Cláudio

Com 14 semanas seguidas de queda consistente na média diária de mortes por Covid-19, Fortaleza registrou na semana passada o menor índice médio de óbitos diários pela doença: 1,1. No mês de maio, pico da doença, a capital chegou a registrar 87 fatalidades na média diária. Os dados foram divulgados na tarde desta quarta-feira (19), pelo prefeito Roberto Cláudio, durante uma transmissão ao vivo nas redes sociais.

"Fortaleza está há 14 semanas com tendência consistente de queda do número de óbitos semana a semana. Na semana passada, que foi a semana epidemiológica 33, nós chegamos a uma média de 1,1 óbito por dia por Covid-19. Na semana que estamos agora, a semana 34, indica uma tendência de queda de óbitos ainda mais acentuada. Até agora essa média está em 0,8 óbitos por dia", informou. O último dado, contudo, ainda não está consolidado, já que diz respeito somente ao período entre o último domingo e terça-feira (16 a 18 de agosto). 

O gestor municipal aproveitou para fazer um apelo à população, pedindo que todos os cuidados sejam tomados para evitar um retrocesso nos indicadores, ressaltando que a pandemia ainda não acabou. 

"Isso não quer dizer que a pandemia acabou. A gente ainda não tem um nível de imunidade desejado. Não temos uma vacina nem um tratamento disponível que haja confirmação científica que cure a doença. Por isso a necessidade de evitar aglomerações e usar a máscara, entre outras recomendações, para evitar a transmissão e um retrocesso na tendência favorável de queda que temos vivenciado aqui em Fortaleza", finalizou.

Ceará chega a 201 mil casos de Covid-19

O Ceará chegou a 201.201 casos confirmados de Covid-19 e 8.241 óbitos pela doença. Dentre as mortes, 12 ocorreram nas últimas 24 horas. Por outro lado, 172.189 vidas já foram salvas. Os números são acumulados desde o início da crise sanitária no Estado. Os dados são da última atualização da plataforma IntegraSUS, às 17h14 desta quarta-feira (19), feita pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). 

 

O Estado ainda soma 90.325 casos e 612 mortes em investigação, com taxa de letalidade mantida em 4,1%. Pelo menos 575.361 testes para detecção da doença foram aplicados no Ceará. 

A ocupação dos leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Estado está em 54,98%, enquanto a dos leitos de enfermagem é de 36,59%.

Cidades

Fortaleza ainda soma os maiores números da pandemia no Estado. São 45.257 casos e 3.766 óbitos. Em seguida está Juazeiro do Norte, no Cariri, com 12.872 infectados e 250 óbitos. Em terceiro na lista aparece Sobral, na Região Norte, com 10.720 diagnósticos positivos e 294 mortes pela doença.

Os municípios da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) aparecem logo em seguida. Maracanaú, com 5.936 notificações e 235 óbitos; Caucaia, com 5.431 casos e 327 mortes e Maranguape, com 4.294 diagnósticos positivos e 113 óbitos causados pela doença pandêmica. 

Os números divulgados pela Secretaria da Saúde são atualizados permanentemente e fazem referência à disponibilidade dos resultados dos testes para detecção da presença do vírus, ou seja, não necessariamente correspondem à data da morte ou do início da apresentação dos sintomas pelo paciente.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza