Feriadão volta a registrar aglomerações no Ceará

Apesar da recomendação do distanciamento social para evitar a disseminação da Covid-19, diversos pontos de Fortaleza e do interior reuniram centenas de pessoas sem uso de máscara durante o feriado prolongado

praia de iracema
Legenda: Banhistas se aglomeraram na faixa de areia da Praia de Iracema, em Fortaleza,
Foto: Kilvia Muniz

No mesmo fim de semana em que o Ceará ultrapassou a marca de 260 mil casos da Covid-19, episódios de descumprimento ao isolamento social voltaram a acontecer em diversos pontos do Estado, que está em alerta para o risco de novos casos.

O feriado prolongado por conta do Dia de Nossa Senhora Aparecida, assim como o do 7 de setembro, foi marcado por novos episódios de aglomerações envolvendo banhistas no litoral e pedestres próximos a estabelecimentos. As irregularidades foram registradas em Fortaleza e também no interior.

Nesta segunda-feira (12), a Praia de Iracema ficou lotada, com centenas de banhistas no mar e na faixa de areia. Barracas montadas também geraram acúmulo de pessoas, assim como no calçadão da Avenida Rui Barbosa até o Estoril. A maioria dos que lá estavam, não usava máscara.

No domingo (11), um bar localizado na Praia do Futuro reuniu um alto número de frequentadores. O equipamento de proteção facial indicado para prevenção do SARS-CoV-2, não foi utilizado pelos presentes, elevando o risco de contaminação.

Distante apenas cerca de oito quilômetros dali, o bairro Meireles voltou a ter cenas de aglomeração no último sábado (10). No entorno da Rua João Cordeiro, um bar com música ao vivo atraiu dezenas de pessoas que se amontoaram no local. O trânsito ficou congestionado e a vizinhança novamente registrou queixas.

Em nota, a Polícia Militar do Ceará confirmou que foi acionada para "dispersar uma aglomeração de pessoas em um estabelecimento comercial". De acordo com a corporação, os soldados dispersaram a multidão. O balanço final da operação do feriado prolongado, contudo, deverá ser divulgado apenas nesta terça-feira (13).

"A PMCE conta com a colaboração da população para cumprir os protocolos de saúde previstos em legislação vigente acerca da prevenção à Covid-19 e esclarece que denúncias de aglomerações de pessoas podem ser feitas por meio do 190", indicou por meio de nota.

A Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) afirmou que fez ações no Centro e na Avenida Beira-Mar, ocasião em que distribuiu duas mil máscaras de tecido, disponibilizou álcool em gel 70% e orientou sobre a importância do distanciamento social.

O funcionamento de bares continua proibido no Ceará, conforme o último decreto assinado pelo governador Camilo Santana (PT), no dia 10 de outubro. Dessa forma, apenas eventos sociais e shows com até 200 pessoas estão liberados em ambiente aberto nos 44 municípios da Região de Saúde de Fortaleza.

Interior

O mesmo comportamento da Capital se repetiu na praia de Jericoacoara, um dos pontos turísticos mais procurados do Estado, sobretudo em feriadões. De acordo com proprietários de pousadas e restaurantes, centenas de pessoas trafegaram na Vila ao mesmo tempo, a exemplo do Buraco Azul, que registrou aglomeração de visitantes.

Vila de Jericoacoara com pessoas andando
Legenda: Apesar de não aderir ao isolamento social rígido, Jericoacoara estabeleceu medidas de prevenção ao Covid-19
Foto: Mateus Ferreira

Procurado pela reportagem para esclarecer os cuidados tomados pelo poder público municipal, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente de Jijoca de Jericoacoara, Ricardo Wagner, não atendeu as ligações.

Já em Guaramiranga, na Serra de Baturité, a movimentação foi registrada na estrada que dá acesso ao Pico Alto. Vídeo publicado nas redes sociais mostra um grande volume de carros e motos. Na cidade, porém, a maior parte dos visitantes estava de máscara.

No fim da tarde de ontem, quando os condutores começaram a retornar para casa, vias estaduais e federais tiveram fluxo intenso de veículos. Na Avenida Washington Soares, que liga a Capital ao Litoral Leste, o trânsito ficou congestionado. Na Rodovia Estruturante, na CE-085, altura do município de Caucaia, motoristas que voltavam do interior precisaram enfrentar uma longa fila de carros.

Casos

Até a última atualização da plataforma IntegraSUS, da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), o Ceará registrou 260.336 infectados pelo novo coronavírus. Deste número, 224.658 estão recuperados e outros 9.135 morreram em decorrência da doença.

A taxa de letalidade, que é a proporção entre os índices de casos e óbitos, marca 3,5%. A Pasta investiga 56.721 casos ao passo que já realizou 877.788 exames.

Ainda segundo os dados compilados pela Pasta, 66,67% dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) destinados ao tratamento de Covid-19 estão ocupados. Nas alas reservadas apenas para adultos, a taxa de internação chega a 68,57%, enquanto na UTI neonatal não há pacientes. A ocupação nos leitos de enfermarias está em 31,51%.

Fortaleza tem 52.170 casos, o que corresponde a 20% do total. Juazeiro do Norte, no Cariri, aparece na sequência com 15.835 confirmações, seguido por Sobral, na Região Norte (12.398); Maracanaú (7.146) e Crato (6.986).

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza