Diário do Nordeste lança série documental sobre a pandemia de Covid-19 no Ceará

Em cinco episódios, documentário “Sobre viver em tempos de pandemia” retrata efeitos físicos, emocionais, sociais e econômicos da propagação do novo coronavírus entre os cearenses

Em março de 2020, o Ceará assistiu à chegada devastadora da Covid-19 aos corpos de crianças, jovens, adultos e idosos. De lá para cá, vidas iniciaram, mudaram, acabaram, e outras tantas renasceram. Vivemos dores, perdas, saudades, ansiedades, cansaços profundos – mas, muitas vezes, ressurgimos na esperança.

É esse percurso de um ano inteiro que retrata o documentário “Sobre viver em tempos de pandemia”, série de cinco episódios produzida pelo Diário do Nordeste com financiamento do Google, a ser lançada nesta quinta-feira (4), às 9h. Por meio de histórias de cearenses da Capital e do Interior, a produção remonta os impactos da pandemia e os efeitos da crise sanitária, econômica e social sobre quem vive no Estado.

Em dois meses, nossa equipe de reportagem percorreu diversos bairros de Fortaleza para contar como a Covid-19 invadiu as vidas das pessoas, direta ou indiretamente. Além da Capital, também estivemos nas cidades de Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha, na Região do Cariri, para abordar as consequências da pandemia no interior do Ceará.

Cinco episódios

No primeiro episódio, “Parar”, o documentário mostra cearenses que já seguem o isolamento social à risca há quase um ano, sozinhos ou acompanhados da família; bem como a vida daqueles que não puderam se isolar. No segundo, “Faltar”, são expostas as chagas da desigualdade social e como o voluntariado tem sido fundamental para aliviá-las.

Em “Se saudade fosse um verbo”, terceiro da série documental, cearenses falam das dores da distância física, das partidas e das lembranças de quem se ama, sentimentos frequentes num contexto em que mais de 11 mil pessoas já foram levadas pela nova virose no Ceará.

Em “Cuidar”, penúltima parte do documentário, uma enfermeira do Hospital Leonardo Da Vinci, na Capital; um médico emergencista do Hospital Geral de Fortaleza (HGF); uma agente comunitária de saúde indígena e uma professora da rede estadual de ensino expõem as faces de todos os cuidados físicos e emocionais necessários para cruzar a crise imposta pela pandemia.

Para fechar a série, o episódio “Renascer” mostra histórias de quem sobreviveu à doença e de quem foi transformado por ela – profissional ou pessoalmente –, além da chegada da vacina no Estado e da perspectiva dos cearenses sobre o que deve mudar ao fim da pandemia. O documentário contou ainda com a participação do secretário da Saúde do Ceará, Dr. Cabeto.

Projeto audiovisual

A produção teve financiamento do Google News Initiative Journalism Emergency Relief Fund (JERF), iniciativa que fomenta a sustentação de redações e produções jornalísticas de caráter local, em todo o mundo. Em 2020, cerca de 12 mil veículos se inscreveram e mais de 5.600 foram selecionados, em 115 países – entre eles o Diário do Nordeste.

“Quando a Covid-19 estava virando o mundo de cabeça para baixo, não sabíamos o que esperar. A intenção era simples: ajudar a atender a uma necessidade muito real de editores locais e sites de notícias em todo o mundo”, aponta Ludovic Blecher, chefe de inovação da iniciativa Google News.

 
O documentário “Sobre viver em tempos de pandemia” será veiculado por meio do canal do Diário do Nordeste no YouTube, nas próximas terças e quinta-feiras, sempre às 9h.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza