Desembargador pede 'trégua' em greve de motoristas e cobradores em Fortaleza

Trabalhadores do transporte público vão definir situação em assembleia

Escrito por Redação,

Metro
Passageiros do Terminal do Siqueira tiveram problemas para acessar os ônibus na manhã desta terça-feira (8)
Legenda: Passageiros do Terminal do Siqueira tiveram problemas para acessar os ônibus na manhã desta terça-feira (8)
Foto: Fabiane de Paula/SVM

Em audiência virtual promovida pelo Tribunal Regional do Trabalho do Ceará (TRT-CE), os sindicatos dos trabalhadores do transporte público de Fortaleza e das empresas de ônibus tentaram negociar o fim da greve em Fortaleza, iniciada nesta terça-feira (8). Para não afetar os passageiros, o desembargador Paulo Régis Machado Botelho pediu uma "trégua" até a próxima terça-feira (15) —  data de nova audiência. 

A direção do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro) informou na negociação que definirá a continuidade ou suspensão da greve em assembleia com a categoria nesta quarta-feira (9), às 9h e às 15h.

Assista à audiência:

Motoristas e cobradores pedem reajuste de 9% do salário e a vacinação contra a Covid-19 de imediato, além de outras demandas. Dimas Barreira, presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), informou que a atual situação econômica causada pela pandemia do coronavírus dificulta as negociações. 

“A gente está pagando salários, benefícios, isso precisa ser muito valorizado. Fizemos uma proposta de 2,46% porque as empresas estão sem condição nenhuma de pagar qualquer coisa. É um compromisso que faço com receio. As empresas têm que arcar com os custos”, disse Dimas Barreira. 

Número de motoristas e cobradores vacinados será levantado

O presidente do Sindiônibus também informou que irá levantar os dados de quantos motoristas e cobradores já receberam imunização e quantos ainda falta. A entidade estima em 9 mil o número de trabalhadores de transporte público em Fortaleza.

Ferrucio Feitosa, titular da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP) de Fortaleza, declarou em audiência que, com os dados em mãos, poderá conversar com a área responsável pela vacinação. 

VEJA VÍDEO:

Domingo Neto, presidente do Sintro, pontuou a necessidade da vacinação dos profissionais. Segundo ele, a média de idades de funcionários do transporte público é de 25 a 50 anos. “Tivemos uma grande reformulação nos últimos anos”, disse o diretor sindical. 

O desembargador Paulo Régis Machado Botelho pediu ainda que Sintro e Sindiônibus se unam em um documento e peçam a vacinação ao Governo do Ceará e à Prefeitura de Fortaleza. 

Terminal do Siqueira com embarques suspensos

Um dos terminais mais movimentados de Fortaleza, localizado no bairro Siqueira, teve os embarques temporariamente suspensos durante manifestação de motoristas e cobradores no primeiro dia do movimento de greve da categoria.

Na segunda-feira (7), Tribunal Regional do Trabalho do Ceará (TRT-CE) havia decidido que os trabalhadores do transporte público da Capital deveriam garantir pelo menos 70% da frota de veículos circulando durante a greve.

Conforme o desembargador Paulo Régis Machado Botelho, a categoria está proibida de fechar vias em terminais, garagens de veículos e em paradas de transporte público. Caso as medidas não sejam obedecidas, o Sintro poderá pagar multa de R$ 30 mil.

Movimentação tranquila no fim da tarde

Apesar de alguns embarques tenham sido afetadas por uma paralisação temporária, a movimentação de passageiros e ônibus em Fortaleza seguiu tranquila até o fim da tarde desta terça-feira. 

O Diário do Nordeste esteve no Centro da Capital e registrou circulação normal de coletivos. 

Veja galeria de fotos:

Legenda: Centro de Fortaleza registrou circulação tranquila de coletivos no fim da tarde
Foto: Thiago Gadelha
Legenda: Passageiros não tiveram dificuldades para pegar ônibus
Foto: Thiago Gadelha
Legenda: Paradas de ônibus no Centro tiveram movimento tranquilo
Foto: Thiago Gadelha
Legenda: Apesar de atrasos temporários durante a manhã, movimentação de coletivos na Capital seguiu tranquila pela tarde
Foto: Thiago Gadelha
Legenda: Frota circulou normalmente neste fim de tarde
Foto: Thiago Gadelha