Denúncias de comércios abertos durante isolamento somam 3.363 em Fortaleza, Sobral e Juazeiro

Outros 3.201 chamados foram registrados por aglomerações

Em apenas 11 dias, o número de denúncias contra comércios que não respeitaram o decreto estadual que determina o fechamento de serviços não essenciais no Estado, chegou a 3.363, segundo dados da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) que foram repassados pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). 

O quantiativo refere-se apenas as cidades de Fortaleza, Juazeiro do Norte e Sobral, no período correspondente entre os dias 20 a 31 de março. 

Deste total, 44 ocorrências contra estabelecimentos comerciais foram registradas, conforme os dados compilados pela Gerência de Estatística e Geoprocessamento (Geesp) da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp).

Número de óbitos por Covid-19 no Ceará sobe para 20, diz Ministério da Saúde

Os proprietários foram conduzidos para delegacias da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) por descumprirem o artigo 268 do Decreto-Lei 2.848 do Código Penal. Eles vão responder por infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.

O órgão informou ainda que outros 3.201 chamados foram registrados por aglomerações. Além disso, foi contabilizada uma redução de 37,77% (145) das ocorrências de furto em estabelecimentos comerciais em comparação ao igual período de 2019, quando foi registrado 233 ocorrências pelo delito.


Categorias Relacionadas