Coronavírus é tema de música escrita por indígena cearense que participou do The Voice Kids

Cearense de 12 anos aproveita quarentena para compôr música de conscientização para a sociedade

Legenda: O jovem indígena é morador da reserva dos Anacé, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF),

E meio ao período de quarentena, o ex-participante cearense do The Voice Kids 2018, Kayro Oliveira, 12 anos, escreveu uma música sobre a pandemia do novo coronavírus juntamente com o poeta e radialista Pedro Sampaio, 59 anos. O jovem indígena, morador da reserva dos Anacé, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), afirmou o desejo de que a música alcançasse o coração das pessoas em isolamento. “Eu queria que essa música chegasse no ouvido de cada um que esá em suas casas. É muito importante a gente ficar em casa para dar um susto grande nesse bicho”, pontua. 

No Ceará, a quarentena teve início após decreto do governador Camilo Santana, no dia 19 de março, em que determinou o fechamento de estabelecimentos, como bares, restaurantes, igrejas e templos; e recomendou o isolamento social para os trabalhadores que pudessem permanecer em casa. Nesse cenário, o instrumentista autodidata começou a se sentir entediado.

“Já tinha feito muitas coisas e estava sem conseguir fazer nada. E, quando eu estou sem fazer nada, gosto de fazer um verso, um começo de uma música”, explica Kayro. 

A canção, tocada com sanfona, compara o período de isolamento com a prisão dos pássaros nas gaiolas sem poderem voar, e aponta que bons momentos devem chegar após a pandemia. Para além da sanfona, Kayro também toca violão, teclado, cavaquinho, bateria, baixo, triângulo, assim como instrumentos indígenas, dentre eles tambor, maraca, caaró, pandeiro. 

Para o jovem, a influência da origem indígena é muito grande em sua música. “Nós que somos indígenas, prezamos muito pela nossa cultura”, compartilha. Embora tenha um estilo musical que relembra figuras do sertão cearense, como Luiz Gonzaga, Kayro também vive a realidade de sua origem em seu cotidiano, com os rituais, por exemplo.

Talento

Kayro começou a tocar sanfona aos 6 anos de idade, aos 7, já sabia fazer composições. Em 2018, participou dos programas The Voice Kids. “A gente não teve nenhuma influência porque ninguém da família toca nada. Ele, com 4 anos, desenhou uma sanfona de papelão e vivia dentro de casa cantando ‘Eu só quero um xodó’ de Dominguinhos”, aponta o pai, Erandi de Lima Oliveira, 48.

Os pais, por muito tempo, viram a animação como brincadeira de criança. Porém, ao perceberem a paixão genuína do filho, decidiram comprar uma sanfona. “Na hora que ele via uma sanfona na televisão já ficava muito encantado e agoniado. Então, com cinco anos de idade, eu e o avô dele compramos uma sanfoninha de oito baixos”, finaliza Erandi.


Música “A Quarentena”


Hoje eu sei  o que sente um passarinho

Preso na sua gaiola

Triste a cantar

É como eu que estou preso em casa

Feito um pássaro que tem asa

Sem poder voar


A tesoura do inimigo invisível

Numa ação tão cruel e tão terrível

Cortou a asa da gente

Espalhando em cada continente 

Entre os povos o pavor

Destruindo e partindo laço

E o fascínio de um abraço

O vírus destruidor. 

A quarentena e o medo nessa vida

Para o mundo virou preocupação

Ranger de dentes e o clamor do povo

É tempo novo pra toda nação


A Bonanza vem após a tempestade

A tempestade logo vai passar

Contra o corona

Eu louvo a Deus

E nos acordes da sanfona

Que na aflição

Deixo forró, xote e o baião

E com meu fole  começo a exaltar Deus pai amado

Autor da Criação

E com meu fole começo a exaltar Deus Pai Amado, Autor da Criação.


Categorias Relacionadas