Comunicado: TRE-CE quer intérpretes de Libras para atendimento ao eleitor

Uma nova campanha começa hoje no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE). A Corte quer voluntários de intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras) para os dias das votações na eleição de novembro deste ano. Eles atuarão como auxiliares da Justiça Eleitoral no atendimento à população na hora do voto. O projeto-piloto com o serviço foi iniciado pelo Tribunal na eleição de 2018.

A intenção do TRE-CE é oferecer esse tipo de atendimento especial para todo o Ceará. Os auxiliares receberão os mesmos benefícios dos mesários, como a compensação em dobro das horas oferecidas à Justiça Eleitoral, além de vale-alimentação, certificado de participação, isenção na inscrição em concursos quando houver a previsão no edital, entre outros. Na eleição passada, o atendimento aos eleitores já ocorreu em Fortaleza, Maracanaú e Sobral.

Reta final

Em meio à preocupação da Justiça Eleitoral para a realização da eleição em novembro, os partidos intensificaram as reuniões nesse fim de semana para definir as conversas finais para os últimos acordos políticos. Dirigentes das agremiações na Capital deixaram de atender os telefonemas para aparar arestas, resolver mágoas com aliados e planejar o melhor rumo partidário de olho em 2022. A correria é justificada pelos prazos. As convenções terminam na quarta-feira.

De olho

O Diário do Nordeste recebeu inúmeras denúncias entre sábado (12) e ontem sobre convenções partidárias no interior do Estado que não estavam cumprindo o isolamento social recomendado pelas instâncias de saúde no Estado. É necessário que o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) esteja atento, assim como a força policial, mas é interessante que os próprios eleitores estejam incomodados com a situação. A fiscalização eleitoral precisa do braço da população diariamente, inclusive fora da época da disputa.

Mediação

O Ministério Público do Estado do Ceará promove hoje palestra online com o tema "A mediação para a comunidade participativa". O evento faz referência ao Dia Estadual do Mediador Comunitário comemorado ontem. O debate é realizado pelo Programa Núcleos de Mediação Comunitária (Pronumec) e pelo Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF), com transmissão através do Youtube do MPCE. O público-alvo é a sociedade civil, os mediadores comunitários do Estado do Ceará e as instituições governamentais e não governamentais.

Debate

O 15° Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo encerrou oficialmente ontem. Pela primeira vez, o evento ocorreu de forma remota. Tudo transmitido através dos computadores. Ontem, um dos principais assuntos discutidos no evento foi o jornalismo de dados. Em tempos de propagação de informações falsas, os números obtidos através de demandas protocoladas é um meio eficiente no combate à desinformação. Uma das vantagens do Congresso ter sido realizado 100% online é a possibilidade de rever as discussão ainda pelos próximos 30 dias para quem, na correria do dia a dia, não conseguiu acompanhar no fim de semana.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza


Redação 30 de Outubro de 2020