Com índice de 39,4%, Ceará registra maior taxa de isolamento social do Nordeste

Percentual cearense é o oitavo maior do Brasil. A menor taxa foi notificada no Rio Grande do Norte, onde cerca de 36,3% da população aderiu ao isolamento

Isolamento social
Legenda: Nenhum estado do brasileiro ficou acima de 50% de isolamento social
Foto: Natinho Rodrigues

Quase 40% dos cearenses aderiram ao isolamento social. O Estado registrou, na última sexta-feira (20), o maior índice de isolamento social do Nordeste com 39,4% da população cearense adotando a medida sanitária. Por conta da taxa, o Estado está entre os dez estados brasileiros que mais aderiram à medida sanitária. As informações são do Mapa Brasileiro da Covid-19, realizado pela empresa de tecnologia da informação In Loco.

 

 

Dão seguimento à lista de maiores taxas os estados de Alagoas (39,2%), Bahia (37,9%) e Paraíba (37,8%). A menor taxa foi notificada no Rio Grande do Norte: por lá, cerca de 36,3% da população aderiu ao isolamento nesta sexta. Nenhum estado do Nordeste ficou acima do índice de 50% de adesão ao isolamento, limite recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para evitar o avanço da Covid-19. 

Índices de isolamento no Nordeste

  • Ceará: 39,4%
  • Alagoas: 39,2%
  • Bahia: 37,9%
  • Paraíba: 37,8%
  • Piauí: 37,7%
  • Maranhão: 37,5%
  • Pernambuco: 36,7%
  • Sergipe: 36,5%
  • Rio Grande do Norte: 36,3%

Ainda de acordo com o monitoramento, a última vez em que mais da metade dos cearenses estiveram em distanciamento social foi em 7 de junho. Na ocasião, 51,6% da população optou por ficar em casa. O pico de isolamento no Estado foi registrado no dia 22 de março, com 62% da população adotando a medida sanitária.

O acompanhamento da In Loco utiliza a localização de dispositivos móveis, como aparelhos celulares, para projetar a taxa de distanciamento. A empresa estuda o comportamento de localização de 60 milhões de usuários no Brasil e garante que privacidade e anonimato estão preservados.

Covid no Nordeste

O Ceará é a segunda unidade federativa nordestina com mais casos de covid-19, com 290.484 casos contabilizados. O Estado fica atrás apenas da Bahia, que já soma 382.164 infecções. Embora esteja em segundo no número de enfermos, a região lidera em número de óbitos: são pelo menos 9.487 cearenses mortos em decorrência da Covid-19. 

Os dados foram retirados do painel de notificações Covid-19 administrado pelo Consórcio Nordeste e foram atualizados, pela última vez, às 21h53 desta sexta-feira (20). 

Isolamento no Brasil

O Rio de Janeiro (RJ) lidera a lista de isolamento, conforme monitorado pelo In Loco. Aproximadamente 48,39% dos cariocas cumprem as medidas sanitárias e permanecem em casa. Aparecem em seguida o Amazonas (45,59%), Acre (45,27%), Roraima (42,84%) e Amapá (41,52%).

De forma geral, o Brasil não atinge a taxa recomendada de 50% de isolamento desde 24 de maio, quando 53,8% da população esteve em casa. Nesta sexta, a base de dados informa que apenas 38% dos brasileiros adotaram o distanciamento.

 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza