Cemitérios públicos de Fortaleza terão operação integrada para evitar aglomerações no Dia de Finados

Orientação é de ida durante o fim de semana para não gerar fluxo intenso de pessoas no feriado do dia 2

Foto mostra cemitério
Legenda: Familiares devem evitar ir apenas no feriado para não gerar aglomerações.
Foto: Camila Lima

Os cinco cemitérios públicos de Fortaleza terão uma operação integrada, entre este sábado (31) e segunda-feira (2), devido ao Dia de Finados em meio à pandemia do novo coronavírus. Segundo orientações da Prefeitura Municipal, o público pode comparecer aos equipamentos durante o fim de semana para evitar concentração no feriado, e pessoas do grupo de risco à doença precisam evitar ir aos locais.

Somente no Cemitério do Bom Jardim, a média anual é de 40 mil pessoas presentes na data. Serão 62 agentes administrativos da Secretaria Municipal da Gestão Regional (Seger) divididos entre os cemitérios para orientar e organizar o fluxo de pessoas.

“Vamos agilizar a identificação dos túmulos para que as famílias não percam tempo e não gerem aglomeração. Diferente dos últimos anos, estarão proibidos todos os atos ecumênicos e todos os atos que possam gerar aglomeração nós cemitérios”, completa Alanderson Mangueira, titular da pasta.

A secretária municipal da Saúde, Joana Maciel, reforça que as pessoas do grupo de risco, como idosos e indivíduos com doenças crônicas, devem realizar suas homenagens de casa. Os demais devem seguir as normas de uso de máscaras e higienização das mãos.

“Nós estávamos em uma situação de total estabilidade, mas de duas semanas para cá estamos observando um fenômeno de aumento de casos, especificamente, nas áreas mais centrais da cidade como na região da Aldeota, Meireles e Cocó”, destaca a gestora.

Joana Maciel detalha que é feito monitoramento diário do número de casos e da demanda por atendimento em que evitar as aglomerações contribui para não elevar o cenário epidemiológico.

“Os números da procura de pacientes com síndromes gripais nos postos de saúde e nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), até o momento, estão contidos, mas é muito importante que a população entenda que nós temos circulação viral ainda”, conclui.

Circulação

A operação prevê ainda a distribuição de panfletos informativos, máscaras de tecido destinadas a quem estiver sem o equipamento e álcool em gel. Também haverá controle dos ambulantes, autorizados apenas na área externa, para que sejam cumpridas as medidas de distanciamento. Agentes da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) também auxiliam o trabalho.

As vias aos redor dos equipamentos públicos e particulares serão interditadas e acompanhadas por agentes da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC). “Nós temos no sábado e no domingo uma operação especial, nos cemitérios públicos e nos principais cemitérios privados da cidade. Uma atenção especial será dada ao Cemitério do Bom Jardim”, destaca André Lins, representante da AMC.

“As equipes da AMC vão estar percorrendo a cidade até porque é um momento de feriado, o trânsito vai estar mais livre e isso gera um fator de risco, por isso vamos estar atentos para dar segurança”

Cenário

Fortaleza possui cinco cemitérios: do Antônio Bezerra; São Vicente de Paula, no Mucuripe; São José e seu anexo, na Parangaba; o de Messejana e o Parque Bom Jardim. Em abril deste ano, por causa da pandemia da Covid-19, a Secretaria Municipal da Gestão Regional (Seger) começou a estruturar um plano de contingência para atender o aumento na demanda.

No Cemitério do Bom Jardim, por exemplo, foi registrado aumento de 80,95% da demanda entre os meses de março a setembro deste ano, com um total de 3.058 enterros, em relação ao igual período do ano anterior, quando foram 1.690 procedimentos. O mês de maior intensidade durante a pandemia foi maio com 979 enterros, contra o registro de 251 em 2019.

No mesmo mês também foi aberta licitação para a aquisição de 18.144 ossuários e a construção de 4.753 unidades de jazigo no local. Além disso, a adequação previu a entrada de nove coveiros para atender à população. Ao todo, foram destinados R$ 5,2 milhões para o processo licitatório.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza