Candidata vai amamentar filha de dois meses no local de prova do Enem

Essa é a quinta vez que a estudante fará a prova do Exame.

Legenda: Gisele quer fazer pontuação suficiente para cursar Educação Física com a nota do Enem 2019
Foto: Theyse Viana/SVM

Para não perder o Enem 2019, a estudante Gisele Carneiro, 20 anos, precisou levar a filha de dois meses e vai amamentar a criança no local de prova. "Pedi atendimento especial, porque eu ainda estou amamentando. Vai ser em sala especial, mas eu posso vê-la para amamentar. Eu espero que tudo dê certo", explica.

Gisele fará a prova em uma sala normal, com outros candidatos, na Universidade Estadual do Ceará (Uece), enquanto a filha fica com um responsável em uma local reservado. Caso precise amamentar, ela será levada até o espaço em que sua fila se encontra.

A medida é assegurada pela Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002, a mães lactantes. Para ter acesso ao benefício, é necessário que a candidata solicite o atendimento especial e indique um responsável no momento da inscrição. O atendimento especial também é previsto no edital do Enem 2019. 

Gisele disse que, com a bebê, fica mais difícil se prepara para o Enem e fazer a prova, no entanto, o atendimento diferenciado ajuda.

Essa é a quinta vez que a estudante fará a prova do Exame.