Arara-vermelha ameaçada de extinção nasce no Zoológico Municipal Sargento Prata, em Fortaleza

A arara nasceu no dia 23 de março, em meio à pandemia de Covid-19

Legenda: Arara-vermelha nasceu no Zoológico Municipal Sargento Prata, em Fortaleza
Foto: Reprodução

Uma arara-vermelha nasceu no Zoológico Municipal Sargento Prata, em Fortaleza, que está fechado para visitação por conta da pandemia no novo coronavírus. O animal é da espécie Ara chloropterusconsiderada ameaçada de extinção. A arara nasceu no dia 23 de março.

De acordo com a médica veterinária do Zoológico, Estéfanni Pinheiro, o filhote está saudável, ganhando peso e sendo alimentado pelos pais com auxílio dos profissionais da equipe técnica. A rotina de cuidados clínicos dos animais, mesmo no período de quarentena, permanece sendo realizada.

Raphael Martins, biólogo e gerente de parques da Autarquia de Paisagismo e Urbanismo de Fortaleza  (UrbFor), destaca que os pais da arara já haviam posto o ovo antes da quarentena, ou seja, já estavam aptos à reprodução independente da presença de visitantes na área.

“O nascimento de qualquer espécime no zoológico municipal demonstra que os animais vem sendo bem cuidados e é um sinal de que os esforços da nossa equipe técnica estão produzindo resultados promissores no tocante à preservação das espécies ameaçadas que estão sob nossa tutela”, comemora Regis Tavares, superintendente da UrbFor.

O Zoológico Municipal Sargento Prata é administrado pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da UrbFor, e mantém 165 animais de 44 espécies, entre mamíferos, répteis e aves. O zoológico conserva, em seu plantel, animais oriundos do tráfico e que não têm condições de serem reintroduzidas na natureza como a arara-vermelha, o macaco-prego, o tucano e felinos como o gato mourisco e a jaguatirica.

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza