2° maior navio da Marinha atraca no Porto do Mucuripe para visitação

Embarcação estará aberta para visitação neste sábado (18) e domingo (19), das 14h às 18h, no Porto do Mucuripe

Legenda: O Navio Doca Multipropósito estará aberto para visitação nos dias 18 e 19 de janeiro, no Porto do Mucuripe.
Foto: Camila Lima

A 2° maior embarcação da esquadra da Marinha do Brasil, o Navio Doca Multipropósito, atracou no Porto do Mucuripe, e estará aberto para visitação neste sábado (18) e domingo (19), das 14h às 18h, no Porto do Mucuripe. Os visitantes poderão ver toda a parte externa da embarcação e dois conveses de voo, com um helicóptero. 

O navio atracado vem do Rio de Janeiro integra a 3ª Fase da Operação Amazônia Azul-Mar Limpo é Vida!, que realiza o monitoramento das manchas de óleo que começaram a aparecer nas praias do litoral brasileiro no final de agosto. Nesta quinta-feira (16), equipes da Marinha, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e da Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará farão um sobrevoo de cerca de 200 km no litoral cearense, passando pelas cidades de Itapipoca e Amontada, onde apaceram manchas de óleo no final de dezembro de 2019

De acordo com o Contra-almirante Valicente, comandante da segunda divisão da esquadra, a substância oleosa que apareceu no literal oeste nos últimos dias de 2019 não tem relação com as manchas de óleo que apareceram no litoral brasileiro. Ele afirmou que as praias brasileiras estão há mais de um mês sem evidências de manchas de óleo. 

Legenda: O Navio Doca Multipropósito tem 733 compartimentos, 168m de comprimento e 42m de altura
Foto: Camila Lima

A terceira fase da operação busca localizar áreas que ainda precisam de limpeza. "Nessa fase, vamos identificar em que momento podemos assegurar que as nossas praias estão livres do óleo. Estamos bem próximos de chegar ao término dessa operação, se tudo correr bem", afirmou o comandante.

A visitação da embarcação também integra a Operação Aspirantex-2020, que viabiliza a ambientação dos aspirantes do 2° ano da Escola Naval, que passam treinamento na água e atracados e intensifica as medidas contra as manchas de óleo. 

Na fase de mar, os treineiros são orientados em tarefas básicas e aprendem sobre a fiscalização de embarcações comerciais, troca de óleo, manutenção de motor etc. Na fase de porto, os 17 meio navais e aeronavais são visitados ao público. Além da capital cearense, serão visitados portos em Vitória (ES), Salvador (BA), Maceió (AL), Recife (PE), Cabedeço (PB), Natal (RN) e Belém (PA). 

O navio foi projeto para transportar tropas, veículos, helicópteros e munição. A embarcação tem 733 compartimentos, 168m de comprimento e 42m de altura. Além disso, tem um complexo hospitalar para atendimento médico-odontológico, com 500m² e 49 leitos. 

De acordo com o Capitão de Mar e Guerra Conti, comandante do Doca Multipropósito, o navio tem uma capacidade de prestar apoio logístico medico a uma grande quantidade de pessoas. Na primeira fase da operação contra as manchas de óleo, a embarcação passou cerca de um mês atracada nas proximidades de Recife, com uma equipe médica de 40 pessoas dando apoio às equipes da Marinha e à população que entrou em contato com o óleo.

Serviço
Entrada em frente a Praça Amigos da Marinha
Sábado (18) e domingo (19), das 14h às 18h

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza


Redação 04 de Dezembro de 2020