Fortaleza empata com o Corinthians pela Série A; veja como foi o jogo no Castelão

Partida ocorreu nesta quarta-feira (2), na Arena Castelão, pela 24ª rodada

Legenda: Fortaleza e Corinthians protagonizaram partida muito equilibrada no primeiro tempo
Foto: Kid Júnior / SVM

O Fortaleza empatou com o Corinthians por 0 a 0 nesta quarta-feira (2) na Arena Castelão. O duelo era válido pela 24ª rodada da Série A. Partida foi marcada por expulsões de Jô e Bruno Melo no segundo tempo, em lances de agressão. Os paulistas também reclamaram de susposto pênalti, não marcado pelo árbitro de vídeo (VAR). Na saída de campo, os atletas também protagonizaram muita reclamação.

Ouça o podcast 'FortalezaCast'

Powered by RedCircle

O resultado deixa a equipe em 9º, com 30 pontos. O próximo compromisso é contra o Bragantino, sábado (12), às 17h, no estádio Nabi Abi Chedid, em São Paulo.

O Corinthians fica em 10º, com 30. O time encara o São Paulo, domingo (13), às 18h15, em Itaquera.

O jogo

O técnico Marcelo Chamusca armou o Fortaleza no 4-2-4, com Osvaldo e Romarinho aberto nas pontas. No início, o time pressionou bastante a saída de bola rival e tentou levar perigos com arremates da intermediárias, sem muito êxito.

No sistema ofensivo, David foi o mais participativo. O atacante fez papel de pivô e levou vantagem nos choques com Marllon. A grande chance, no entanto, foi de Osvaldo. Em escapada, fintou a marcação e bateu para defesa de Cássio.

O Corinthians ganhou volume com o tempo. Dominou a posse (61% x 39%) e exigiu intervenções de Felipe Alves. Na principal, Luan mandou no ângulo para defesaça do arqueiro aos 30.

Legenda: O Fortaleza perdeu chances em contra-ataque com Osvaldo
Foto: Kid Júnior / SVM

Na volta do intervalo, o panorama se manteve. O Corinthians aumentou o número de passes e buscou ditar o ritmo do confronto. Mais fechado, o Fortaleza apostou no contra-ataque. 

A oportunidade foi concedida aos 5. David venceu a marcação na velocidade e errou o domínio, desperdiçando chance. Cinco minutos depois, uma polêmica na grande área. Em choque entre Juninho e Gabriel, o volante dos visitantes pediu pênalti. A checagem do árbitro de vídeo (VAR) mandou seguir.

Chamusca então chamou João Paulo para melhorar a organização. O panorama foi mantido até os 35, quando Jô foi expulso em suposta agressão em Felipe - validado pelo VAR. Com um a mais, o Fortaleza achou espaço e pressionou, mas não conseguiu marcar. No último minuto, aos 50, Bruno Melo recebeu vermelho por agressão. Tudo igual.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte