Atlético-MG vence Fortaleza por 2 a 1 na Arena Castelão e vai à final da Copa do Brasil

Equipe mineira enfrentará o Athletico-PR na grande decisão da competição nacional

Legenda: Atlético-MG voltou a vencer o Fortaleza e assegurou classificação à final da Copa do Brasil 2021
Foto: Kid Júnior / SVM

O Atlético-MG está na final da Copa do Brasil 2021. Após golear no duelo de ida, por 4 a 0, o clube mineiro voltou a vencer o Fortaleza na Arena Castelão, nesta quarta-feira (27), por 2 a 1. Diego Costa e Hulk marcaram os gols do Galo, enquanto Romarinho descontou para o Leão.

A equipe mineira enfrentará o Athletico-PR na grande decisão da competição nacional, em data e horário a serem definidos pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Será a 3ª disputa de Copa do Brasil do Atlético-MG na história.

O Fortaleza, por sua vez, encerra uma participação histórica na Copa do Brasil. Pela primeira vez, a equipe chegou à semifinal da competição nacional. Além disso, o clube cearense era o único presente entre os quatro melhores que havia disputado, até então, todas as fases. Ao todo, com a campanha, o Tricolor do Pici faturou R$ 17,2 milhões.

O jogo

A elástica vantagem no confronto fez o Atlético-MG adotar uma postura mais conservadora na Arena Castelão. Marcando em bloco baixo, deixava a posse com o Fortaleza, enquanto bloqueava as opções de passe do Tricolor do Pici.

O volume de jogo do Fortaleza, povoando o meio-campo, pouco ofereceu perigo ao goleiro Everson. A melhor oportunidade saiu no final do 1° tempo, dos pés de David, após fintar dois marcadores e arrematar de fora da área.

Apesar da postura, o coletivo do Atlético-MG sobressaia no confronto. Logo nos minutos iniciais, Diego Costa deixou Vargas na cara de Boeck, mas o chileno não conseguiu o domínio. Entretanto, o setor criativo do Galo não teve tanta inspiração. A principal finalização da equipe de Cuca saiu dos pés de Guilherme Arana, em cobrança de falta direto, que parou em uma excelente defesa do goleiro Marcelo Boeck.

Estatísticas da partida

  • Posse de bola: 51% (FOR) x 49% (ATL)
  • Finalizações: 5 (FOR) x 2 (ATL)
  • Finalizações no gol: 1 (FOR) x 1 (ATL)
  • Escanteios: 3 (FOR) x 1 (ATL)
  • Faltas: 16 (FOR) x 8 (ATL)
  • Cartões amarelos: 1 (FOR) x 1 (ATL)
  • Desarmes: 12 (FOR) x 11 (ATL)
  • Interceptações: 6 (FOR) x 9 (ATL)
  • Cortes: 3 (FOR) x 14 (ATL)

Legenda: Defesa do Atlético-MG neutralizou as tentativas do Fortaleza durante o 1° tempo
Foto: Kid Júnior / SVM

Segundo tempo

O ataque às costas da defesa do Fortaleza quase deu resultado ao Atlético-MG nos minutos inicias do 2° tempo. Aos dois minutos, Vargas recebeu em profundidade, saiu cara a cara com Marcelo Boeck e finalizou. O arqueiro tricolor operou um milagre na Arena Castelão, salvando o Tricolor do Pici.

Enquanto Eduardo Vargas desperdiçou cara a cara, Diego Costa não perdoou, aos 13 minutos, após receber excelente lançamento do chileno. O atacante driblou Boeck e finalizou, abrindo o marcador para o Atlético-MG.

Nos minutos finais do 2° tempo, Sasha foi lançado no campo de ataque, tentou o drible, mas foi travado por Titi com o braço. O árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Hulk converteu e liquidou o confronto.

Antes do apito final, o atacante Romarinho arriscou de fora da área, a bola desviou em Igor Rabello e morreu no fundo das redes do Atlético-MG. Entretanto, não foi suficiente para reverter o elástico placar e o Fortaleza foi eliminado da Copa do Brasil.

Estatísticas gerais da partida

  • Posse de bola: 60% (FOR) x 40% (ATL)
  • Finalizações: 12 (FOR) x 6 (ATL)
  • Finalizações no gol: 3 (FOR) x 4 (ATL)
  • Escanteios: 6 (FOR) x 3 (ATL)
  • Faltas: 21 (FOR) x 20 (ATL)
  • Cartões amarelos: 2 (FOR) x 1 (ATL)
  • Desarmes: 21 (FOR) x 16 (ATL)
  • Interceptações: 10 (FOR) x 18 (ATL)
  • Cortes: 5 (FOR) x 25 (ATL)

Legenda: Jogadores do Atlético-MG comemoram gol de Diego Costa
Foto: Kid Júnior / SVM

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte