Athletico-PR vence o Bragantino pelo placar mínimo e fica com o título da Copa Sul-Americana

Partida foi realizada neste sábado, no Uruguai

Atletas do Athletico-PR comemoram gol
Legenda: O meia Nikão marcou o único gol da final da Sul-Americana
Foto: AFP

O Athletico Paranaense venceu o RB Bragantino pelo placar mínimo e ficou com a taça da Copa Sul-Americana. A partida foi realizada neste sábado (20), às 17h (horário de Brasília), no Estádio Centenário, em Montevidéu. A partida foi transmitida ao vivo pela Conmebol TV.

O jogo começou disputado e teve as duas equipes se estudando. O único gol da partida saiu depois de uma jogada pela direita, que culminou com um chute forte contra o gol do Bragantino. A bola sobrou na área e Nikão não pensou duas vezes em tentar uma meia bicicleta para abrir o placar. 

Sem conseguir igualar as ações, o time paulista terminou a partida derrotado, sagrando o Athletico-PR como primeiro clube brasileiro bicampeão do torneio continental. 

Ao fim do jogo, a torcida do Athletico, em maior número no estádio, comemorou bastante o segundo título da Copa Sul-Americana. Em 2018, o clube paranaense já havia levantado o troféu da competição.

FICHA TÉCNICA

ATHLETICO 1 X 0 RED BULL BRAGANTINO

ATHLETICO - Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Hernández (Zé Ivaldo); Marcinho, Erick (Fernando Canesin), Léo Cittadini (Nicolas) e Abner; Nikão, Terans (Christian) e Kayzer (Pedro Rocha). Técnico: Alberto Valentim.

RED BULL BRAGANTINO - Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Léo Ortiz e Edimar (Luan Cândido); Jadsom, Praxedes (Gabriel Novaes) e Cuello (Alerrandro); Helinho, Artur (Leandrinho) e Ytalo (Hurtado). Técnico: Maurício Barbieri.

GOLS - Nikão, aos 28 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Andrés Matonte (URU)

CARTÕES AMARELOS - Fabrício Bruno, Cittadini, Abner, Erick, Aderlan

PÚBLICO E RENDA - Naoo divulgados.

LOCAL - Centenário (Montevidéu).

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte